Terça-feira, 24 de Março de 2009

O estado do futebol

Eu bem dizia ontem que a polémica da Taça da Liga ia estender-se – e estendeu-se mesmo ao comprido, chegando ao Prós e Contras e a um debate mais amplo sobre o estado do futebol em Portugal.

Só que o debate é sempre desvirtuado pela própria clubite. A esse respeito, encontrei um post de RFF no Hipocrisias Indígenas que de alguma forma resume esta paixão desenfreada: “O Futebol Português - com excepção de alguns fogachos que nos levam por vezes a pensar o contrário - é medíocre. A Arbitragem Portuguesa é abaixo de medíocre. E é um atentado ao bom senso de um cidadão cumpridor das suas obrigações.... O Benfica é o maior clube português e por isso é protegido. Em Portugal assume-se sempre o que é mais cómodo e o futebol não foge à regra. Os jogadores, a equipa técnica e os adeptos do Benfica, como é óbvio, não têm qualquer culpa disso. O Sporting não tem Lideres e, também por isso, é constantemente desrespeitado. E o que tem tudo isto de problemático? Nada! Se eu não gostasse de futebol e não fosse do Sporting...”

Lá está: a paixão acima da razão. Hoje mantenho-me no desporto, mas procuro variar. Por exemplo, Mourinho e o seu doutoramento honoris causa transmitido em directo pela SIC Noticias: “Give me a break”, exclama Nuno Dias da Silva no Civilização do Espectáculo: “Depois da chegada ao aeroporto que interrompeu uma entrevista com Santana Lopes, a cerimónia na Faculdade de Motricidade Humana «paralisou» o resto da emissão do canal de Carnaxide. Está visto que quanto pior, pior”.

Quando se fala de desporto, e de futebol, a tentação maior é pôr em causa seriedade e evocar de imediato os apitos dourados desta vida. Mesmo quando se diz bem, diz-se por oposição ao óbvio. Leio Rui Paulo Figueiredo no Câmara de Comuns: “Gostei especialmente da declaração de Paulo Bento em que ele dizia que era feito de outra massa. Queria dizer que era honesto e que pautava a sua vida por esses valores. Que assinava um papel em que podia ficar estabelecido que não seria campeão mas que se mantinha com esses valores. E que ficava feliz assim! (...) Bem sei que o que fica bem em Portugal é, muitas vezes, a chico espertice, o inventar desculpas, o entrar tarde e sair cedo do trabalho, o não ligar à palavra dada, o não ter em conta a competência e o trabalho efectuado, o incumprimento de prazos, a falta a compromissos, o festejar a desonestidade, o enganar o próximo, a ironia a disfarçar como estamos contentes com as desonestidades, entre outras atitudes. Viu-se e vê-se em muitos sitios. É a cultura de que muitos são feitos! (...) Ainda bem que há quem não tenha essa atitude. Ainda bem que o Paulo Bento disse o que disse”.

Tentei fugir ao óbvio, mas é difícil: nestas matérias, o coração dá cabo da razão. Ainda assim, talvez JCS tenha razão, no blog Lóbi, quando junta futebol e Provedoria de Justiça: “Não me quero intrometer nas brigas do bloco central, mas Lucílio Baptista parece-me um bom nome para Provedor de Justiça”

publicado por PRD às 01:30
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds