Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

A noite das estatuetas douradas

Noite, ou melhor, madrugada de Óscares, apesar do Carnaval ainda houve quem se dedicasse ao tema na blogoesfera. O blog Delito de Opinião, por exemplo, foi seguindo a cerimónia ao minutos, e abrindo caixas de comentários para cada prémio. Aliás foi lá que li a mais curta frase com a qual concordo a respeito do filme vencedor da noite, “Quem quer ser Bilionário”. A frase é de Carlos Barbosa Oliveira e diz assim:”Foi um murr0 no estômago e há murros que eu gosto de apanhar”.

O melhor filme, no entanto, não é de todo unânime. No 31 da Armada, Sofia Bragança Buchholz acha que Bilionário “é fraco. Retirem-lhe o "exotismo" do cenário e a beleza [física] das personagens – dos miúdos e da actriz principal – e fica um conjunto batido de clichés: o bem que vence o mal, o pobre que fica rico, o triunfo do amor impossível. Enfim, uma chachada”. No blog Complexidade e contradição, Lourenço escreve que “Slumdog Millionaire é um dos filmes mais esvaziados de humanidade a que já tive o privilégio de assistir”, e a mão-cheia de prémios desta noite “não é só um erro (graças a Deus a história da Academia é uma história de erros): é a substituição de uma ideia de cinema por outra que não só lhe é oposta como abertamente hostil”. Mais brando, Miguel Marujo no Cibertulia reconhece que o premiado “é bom, mas não a obra-prima que se canta por aí e que os Óscares pintaram. Mas é feito à medida das estatuetas”.

Filipe Miranda Ferreira no Câmara de Comuns vê no filme “o mundo pós-europeu a surgir, agora também na sétima arte”: “Um produção relativamente barata para os padrões de Hollywood, uma realizador maverick, um elenco completamente desconhecido e uma história passada numa Índia, até agora quase sempre ignorada”. E avisa para nos habituarmos a estas novas realidades.

Nesta avalanche critica sobre “Quem quer ser Bilionário” e os seus oito Óscares, Daniel Oliveira não é excepção, no blog Arrastão, e depois de lhe chamar “Uma fotonovela de amor mal amanhada” e “um retrato da India digno de um guia turístico de bolso”, destaca a estatueta entregue a Sean Penn pelo filme “Milk”: “mostrou, mais uma vez, que tem aquela capacidade extraordinária, como tão bem explicou Robert De Niro quando o apresentou (...), de desaparecer nas suas personagens”. Provavelmente, esse foi o caminho da vitória que acabou por deixar de fora outros candidatos. No blog Chá preto, por exemplo, Paulo Colaço confessa-se dividido: “Por um lado, percebo a vitória de Sean Penn mas gostaria de ver ganhar Mickey Rourke”.

Noite de Óscares é sempre assim: o confronto das nossas escolhas com as escolhas da academia, uma espécie de concurso de egos, em todo o caso uma celebração do cinema, essa invenção mágica onde tudo, realmente tudo é possível.

 

publicado por PRD às 00:09
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds