Terça-feira, 18 de Setembro de 2007

Maradona & Scolari

Comecemos a semana com sinceridade... (e não, como Paulo Bento, com tranquilidade..).
Pois bem, com sinceridade cá vai: diariamente frequento o blog “A Causa Foi Modificada”, do autor - sob a forma de pseudónimo - Maradona, que muitas vezes tenho aqui citado, por ser dos mais bem escritos, inteligentes e imaginativos autores da blogoesfera, e por juntar a esses talentos uma dedicação ao futebol que raramente se concilia nos media com essas mesmas qualidades. Ou seja: uma soma improvável mas aqui conseguida.
Venho de fim-de-semana e o que encontro eu: um longo post de Maradona ainda a propósito de Scolari e do presumível murro. Maradona terá defendido Scolari e a blogoesfera caiu-lhe em cima. Vai daí defendeu-se. E é tão inteligente, sólida e bem escrita a defesa, e ganha em si mesma um olhar tão incomum sobre o futebol, que vale a pena ocupar esta Janela de hoje só com algumas das ideias essenciais que Maradona deixa. A saber:
Um: “O futebol é uma forma de arte. Não me peçam para explicar. O arrepio que sinto na espinha ao ler uma página do Guerra e Paz é o mesmo que sinto ao ver uma contra-vírgula do Ronaldinho Gaúcho. Não me peçam para explicar, falem com o meu neurologista. Entre o futebol e a literatura, é claro, não existe comparação possivel. Mas tão pouco acho que exista comparação possível entre, por exemplo, a escultura e a literatura. As coisas não têm que ter o mesmo valor para poderem ser vividas como experiências estéticas de intensidade igual”
Dois: “Quem não sente o futebol como uma manifestação estética da inteligência humana está disposto a sacrificar, em nome de uma moral, o "bom" (quem vence) em favor do "mau" (quem perde). Quem sente o futebol como um espaço privilegiado de exploração dos limites da criatividade e do físico humanos não aceita, por ética nenhuma, que lhe coloquem fronteiras artificiais vindas de fora das regras do futebol.”Três: “A moral do desporto são as regras do desporto, ou seja, a moral do futebol propriamente dito são as regras do futebol. Não há mais nada no futebol, não deve haver mais nada no futebol, não tem que haver mais nada no futebol. E eu concordo com as regras actuais do futebol.”Quatro: “Não é admissível que se queira transformar o desporto num exemplo, mas mais chato ainda é que vejam nos vencedores do futebol um espelho fiel das pessoas que o apreciam. Não se faz isso em praticamente nenhuma ficção humana, acho pouco decente faze-lo do desporto. Por isso, de nenhuma maneira se pode dizer que a pessoa que defende a permanência de Scolari está a justificar os "meios com os fins". Porque os meios estão bem definidos pelas regras do futebol”.
Bom, o texto na integra está no blog “A causa Foi Modificada” e é um pequeno tratado sobre a paixão e o deporto, neste caso a paixão e o futebol. Não é preciso concordar com o autor - e em vários passos eu não concordo... - para lhe reconhecer profundidade e sentido. Pagaria o preço de um jornal para o ler. Pode ler-se gratuitamente na blogoesfera. Que mais posso querer para começar a semana?
publicado por PRD às 00:10
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds