Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

Blogoesfera, por um dia

Depois de dois dias dedicados a Obama, e com o tema ainda a dominar o mundo dos blogues, hoje a Janela afasta-se desse mundo vira-se para o umbigo, isto é, vira-se para a reflexão sobre a própria blogoesfera. Começo por encontrar José Medeiros Ferreira e é por ele que sigo a pista: “Quem entretem um blogue tem tendência a reflectir sobre a blogosfera. Estou aqui há pouco mais de 3 anos e já noto imensas diferenças neste universo. Há mais gente, mais «côteries» de apoio mútuo, os blogues muito colectivos levam a melhor nas audiências, não sei se na influência. A contra-informação fina também chegou a este meio (...). Nada disto me incomoda num meio tão personalizado e diversificado. Preocupam-me sim algumas desistências anunciadas de gente de qualidade. Esta semana recebi um e-mail muito significativo do João Vasconcelos Costa a dar conta de alguma desilusão com o meio. Agora leio uma reflexão pessoal do Francisco José Viegas em que este anuncia uma interrupção (...). Más notícias para a nossa blogosfera”.

Ora bem, fui ver então o Origem das Espécies. Francisco José Viegas fala num intervalo, numa pausa, mas vai deixando mensagens diversas:

“Há amigos que têm blogs e às vezes desistem; e há blogs que continuam. Há outras pessoas que têm blogs e não são meus amigos. Há pessoas que conheço e outras que não conheço. De vez em quanto há a tentação de fazer um balanço sobre a blogosfera e o seu ressentimento, a sua inutilidade, a sua maldade -- tanto como sobre as coisas indispensáveis que ela trouxe. Evito. Há coisas que nos deixam irritados com os outros e coisas que nos deixam despertos para os outros; os blogs fazem, em todos nós, parte da irritação e da sensação de partilharmos ideias comuns ou incomuns”. Viegas diz depois que já gostou mais de blogues e já leu mais do que lê hoje e lembra que “Estamos hoje muito vigiados; somos vigiados por leitores, vizinhos, colegas de trabalho, pessoas que nos amam ou nos detestam (...). A net é barata, acessível e livre. Dá para tudo, para o melhor e para o pior, para a maledicência e para a aldrabice, (...) e para a banalização de tudo. É aí que estamos todos. Perdeu-se muita inocência na internet. Às vezes, ainda bem; de outras vezes, infelizmente”.

Percebe-se nas palavras do escritor e jornalista algum desencanto, algum cansaço. Curiosamente, no mesmo dia, noutro blog, o Ares da Minha Graça, Patti mostra o lado bom da mesma moeda: “As razões que nos prendem aos textos, aos temas, aos amigos, às visitas, aos comentários, às trocas e emoções são muitas, imensas e tão diferentes para todos nós. Mas uma é igual, a partilha. A partilha de algo muito nosso”. E depois de reflectir sobre o blog, remata com a cereja em cima do bolo: “Escrever não será nada mais que isto. A forma que sem saber, encontrei de estar mais tempo comigo. Às vezes só me faltava eu”.

E é por estas e por outras que, mesmo com momentos menos encantados, como aquele que vive Viegas, o mundo dos blogues continua a ser rico e fascinante. E a Janela continua a abrir-se todos os dias...

publicado por PRD às 03:12
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds