Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

Blog da Semana: Delito de Opinião

Primeira escolha da semana em 2009, um blog novo, um sinal de renovação, ainda que os nomes envolvidos sejam quase todos eles de bloggers bem activos: “Delito de opinião”, assim se chama o novo espaço que podem encontrar em delitodeopiniao.blogs.sapo.pt. O estatuto editorial parece digno de um jornal clássico:

“É um blogue apostado na reflexão e na análise dos mais diversos temas relacionados com a actualidade, sem receio de exprimir convicções claras e fortes, nem de confrontar opiniões numa sociedade onde se regista um défice permanente de debate.

É um blogue não programático, o que não significa ausência de convicções. E é um blogue que considera o exercício da crítica um valor permanente numa sociedade democrática.

É um blogue que acompanha os assuntos políticos, numa perspectiva não doutrinária, mas que não esgota aqui os seus focos de interesse. (...)

É um blogue aberto a comentários (...). Mas sem confundir a livre troca de ideias com a tolerância perante insultos ou expressões difamatórias, que não terão aqui acolhimento.

É um blogue que acredita na diversidade de ideias, sem contemporizar com extremismos de qualquer espécie (...).

É um blogue que considera a língua portuguesa um património a defender, preservar e valorizar (...)”.

E assim se juntam Adolfo Mesquita Nunes, Ana Cláudia Vicente, André Couto, Carlos Barbosa de Oliveira, Coutinho Ribeiro, José Gomes André, João Carvalho, Leonor Barros, Marta Caires, Paulo Gorjão, Pedro Correia, Teresa Ribeiro, Vieira do Mar. Um grupo que promete um blogue polémico e animado e que curiosamente não se conhece todo fisicamente. Encontro este post de André Couto que de alguma forma simboliza o espírito da coisa: “O pluralismo e a diversidade são a base da sociedade. Como a maioria dos meus companheiros nesta aventura del(e)itual, partilhando a confusão da Teresa Ribeiro, não conheço os de mais fisicamente. Temos raízes diversas e será certamente singular a forma como olhamos e vivemos o mundo. Será também diferente a forma como o transmitimos, felizmente. (...) Inicio assim esta partilha diária, esta simbiose perfeita entre o eu, os prevaricadores deste domínio e os nossos leitores, a essência de um blog. Prometo jamais vender a alma, prometendo gritar constantemente”.

Declarações de intenções numa design sóbrio para um blog que certamente marcará o no de 2009. E é por isso a minha escolha desta semana.

publicado por PRD às 23:24
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds