Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Mensagens

O país anda nervoso e enervado – dos estudantes aos professores, dos médicos aos clientes dos bancos, um pouco por todo o lado se sente uma inquietação e um desassossego que, em teoria, seriam fatais para quem governa e vai a votos no ano que vem. Pois nessas circunstâncias, nada de grave acontece porque a oposição, bom, a oposição podem bem ser retratada neste post do incontornável João Gonçalves no Portugal dos Pequeninos: “A dra. Manuela foi a Fátima pregar aos militantes. Queixou-se de si, isto é, do facto de "não passar" a "mensagem" do partido e de "falhas" nessa comunicação. Também as atribui aos jornalistas que não acompanham a "agenda" do PSD. Apesar da "anestesia comunicacional" e da cumplicidade sem vergonha com que o sector, público e privado, tutelado (...) pelo dr. Santos Silva "conta" a vida pública portuguesa, a dra. Manuela sabe que (...) a "produção" política do PSD é frágil. Um país de medrosos tende a refugiar-se atrás do que está quando as dificuldades crescem. Os "resultados" de Sócrates nos estudos de opinião só evidenciam isso e não propriamente uma qualquer genialidade particular da criatura. A propaganda e a referida complacência fazem o resto. Manuela, no lado oposto, limita-se a ajudar, não porque queira, mas porque não é capaz de mais do que aquilo”.

Assim estamos, realmente. E o mensageiro paga as favas, como bem nota João Ferreira Dias, no blog Kontrastes, que concorda com a líder do PSD apesar de também a criticar. Escreve: “A insipidez da sua mensagem e sobretudo da sua imagem pública - carrancuda e superior - camuflam boa parte das suas intervenções públicas, escassas mas existentes”. Mas “MFL lança um dado que é preciso ter em conta (...). A líder dos «sociais-democratas» acusa os meios de comunicação social de regularem o momento das transmissões relativas ao PSD, regulando para baixo a campo de actuação (...). Não servindo de desculpa para o vazio de comunicação ao eleitorado, revela contudo uma realidade muitas vezes silenciada: os media organizam e filtram a informação, privilegiando este ou aquele poder”.

Já Gabriel Silva, no Blasfémias, pede a Ferreira Leite que se explique melhor: “é que fica-se com algumas dúvidas, desagradáveis, sobre o que quer dizer ao certo com «Não pode ser a comunicação social a seleccionar aquilo que transmite»”.

As coisas não correm de feição no lado laranja, apesar de estarem hoje reunidas, mais do que nunca, para uma campanha de peso contra este Governo. Não espanta, por isso, o que escreve José Medeiros Ferreira num aviso suave, porém assertivo: “Este é daqueles momentos em que se percebe perfeitamente que não é a oposição quem ganha as eleições, mas sim o governo quem as pode perder”. No entanto, Manuel Jorge Marmelo, no Teatro Anatómico, acaba por lhe responder um pouco como julgo que a maioria dos eleitores responderia: “Um tipo vê falar o líder parlamentar do PSD, Paulo Rangel, ou o líder do CDS, Paulo Portas, e tem vontade de eleger Sócrates com maioria absoluta só para ver se os indivíduos se calam”. E assim vai o mundo visto do ecrã da blogoesfera.

publicado por PRD às 19:46
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds