Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Pólvora seca

O dia do duelo, o dia do debate, o dia do orçamento – como lhe queiram chamar. Ontem foi o dia em que José Sócrates foi abrir o debate sobre o Orçamento de Estado e ao mesmo tempo reencontrar o seu velho rival Pedro Santana Lopes. A blogoesfera esteve atenta, e começo por notar esta definição muito curiosa da Assembleia pela pena de João Gonçalves no Portugal dos Pequeninos:
“O Parlamento é uma espécie de condomínio fechado com os mesmos porteiros e seguranças há trinta e tal anos. Muda apenas o administrador. Agora é Sócrates. Há dois anos e meio que repete, com sucesso, a mesma lição”.
Ontem, no entanto, a lição tinha pela frente Santana Lopes. Chamaram àquilo um duelo mas Ana Rita Ferreira, no blog Margem Esquerda, fez bem a síntese:
“O Benfica-Sporting de hoje, que devia ter tido lugar no Parlamento, foi um flop. Mas só quem não conhecesse Santana Lopes podia esperar algo diferente... Como sempre, não fez o "trabalho de casa" e foi superficial. Com ele a dirigir o grupo parlamentar do PSD, Sócrates vai ganhar sempre por falta de comparência do adversário”.
Daniel Oliveira concorda, no Arrastão: “A notícia do renascimento de Santana foi manifestamente exagerada”, afirma, e acrescenta: “Santana não esteve mal. Esteve só igual a si próprio. Sócrates fez o que se esperava”.
Ainda à esquerda, Miguel Portas no blog Sem Muros:
“Dos dois lados, foi uma tristeza. Sem novidade, e reeditando mil debates onde os socialistas lançam as responsabilidades sobre quem já as teve e os sociais democratas sacodem a água do capote. Como comentou Francisco Louçã, “tinhamos a promessa de um duelo ao sol e está na altura de devolverem os bilhetes”…”
Miguel analisa depois em detalhe o Orçamento, vale a pena ler o longo texto que está no blog.
Mais à direita, José Pacheco Pereira no Abrupto recupera o programa Prós e Contras, onde se antecipou o debate do Orçamento, e exclama:
“O Prós e Contras revela involuntariamente uma verdade maior: há hoje menos oposição em Portugal do que há uns meses, no que verdadeiramente conta, no que dói ao PS e ao governo”. E recorda as propostas de entendimento entre PSD e PS deixadas no ar há dois dias por Luís Filipe Menezes.
Parece ser esse, afinal, o problema de fundo que marcou a apresentação do Orçamento: José Sócrates continua a governar sem oposição, ou apenas com um vago fogo-de-artifício à direita. Fogo-fátuo, como em geral a blogoesfera notou.
publicado por PRD às 22:21
link do post | comentar
2 comentários:
De samuel a 7 de Novembro de 2007 às 23:03
É a versão tuga: o circo, mas sem pão.


De Kamikaze (L.P:) a 12 de Janeiro de 2008 às 12:26
blog "margem esquerda"
conhecia este:
http://margemesquerdatribunalivre.blogspot.com/



Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds