Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

Blog da semana: Caderno de Saramago

Hesitei antes de o escolher, deixei passar algumas semanas, no fundo queria perceber até que ponto estamos perante um blog. Mas acho por fim que este Caderno de Saramago é um blog. É o de José saramago, escritor e Nobel, que conta de forma simples a história de quando, nos idos de 90, se instalou com a mulher em Lanzarote, e os cunhados lhe oferecerem, cito, “um caderno que deveria servir de registo dos nossos dias canários. Punham uma só condição: que de vez em quando fizesse menção das suas pessoas. Nunca escrevi nada no tal caderno, mas foi desta maneira, e não por outras vias, que nasceram os Cadernos de Lanzarote, que durante cinco anos veriam a luz. Hoje, sem esperar, encontro-me numa situação parecida. Desta vez, porém, as causas motoras são Pilar, Sérgio e Javier, que se ocupam do blog. Disseram-me que reservaram para mim um espaço no blog e que devo escrever para ele, o que for, comentários, reflexões, simples opiniões sobre isto e aquilo, enfim, o que vier a talhe de foice. Muito mais disciplinado do que frequentemente pareço, respondi-lhes que sim, senhor, que o faria desde que não me fosse exigida para este Caderno a assiduidade que a mim mesmo havia imposto nos outros. Portanto, pelo que isso possa valer, contem comigo”.

E na verdade, com frequência, ali está o escritor reflectido, os seus pensamentos, as suas ideias – nuns dias com maior actualidade, noutros dias sem actualidade alguma. Esta semana, por exemplo, encontrei lá uma análise à escrita de Chico Buarque de Holanda no livro já com algum tempo, Budapeste. Pelos vistos, o livro mexeu com o escritor, e o elogio é rasgado:”Chico Buarque ousou muito, escreveu cruzando um abismo sobre um arame, e chegou ao outro lado. Ao lado onde se encontram os trabalhos executados com mestria, a da linguagem, a da construção narrativa, a do simples fazer. Não creio enganar-me dizendo que algo novo aconteceu no Brasil com este livro”.

Mas no Caderno de Saramago também há política, quando por exemplo diz que os gestores responsáveis pela actual crise económica são “criminosos (...) conhecidos, têm nomes e apelidos, (...) e tão seguros de si mesmos que nem sequer pensaram em esconder-se. São fáceis de apanhar”. Pergunta: “Quem se atreve a levar este gang aos tribunais? Ainda que não o consiga, todos lhe ficaremos agradecidos. Será sinal de que nem tudo está perdido para as pessoas honestas”.

O blog não tem comentários dos leitores, o que é pena, tem um design modesto, simples, mas é efectivamente o blog de um grande escritor. Em dois meses já lá publicou mais de 25 textos. Quem o quiser seguir é só ir ao endereço caderno.josesaramago.org. Podemos amar ou odiar, podemos concordar ou discordar, mas é sempre bom ler quem sabe escrever e pensar. É o caso – e é muito por isso que constitui a minha escolha desta semana.

publicado por PRD às 23:17
link do post | comentar
1 comentário:
De MMG a 27 de Outubro de 2008 às 21:59
Excelente escolha. Penso ainda que a maioria das pessoas que diz não gostar de Saramago nunca leu nada do autor e di-lo com o mesmo espírito com que é adepto de um determinado clube de futebol: o avô já era...


Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds