Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Agora também em blog...

Até hoje, eu achava que o universo dos blogues, e do que anda à sua volta, se distinguia do mainstream da comunicação por uma certa libertação dos paradigmas da comunicação clássica. Na blogoesfera, quem quer abre um blog e diz o que pensa – e esta diferença essencial faria com que deste universo estivessem para sempre afastados os nomes que fazem a banalidade nos outros meios de comunicação.

Confesso, quando penso em banalidade penso em Francisco Moita Flores – o especialista de tudo e de nada, o homem que mistura habilmente a sua convicção com os factos, as tendências da opinião pública com o que lhe dá jeito, e de passagem é politico, autarca, escritor, enfim...

Pois bem: pelo blog “JonasNuts”, de Maria João Nogueira, descubro esta pérola notável: “Mão amiga, conta ela, fez-me chegar uma mensagem de spam que, depois de lida, pensei que fosse uma daquelas coisas cómicas que circulam por aí (...). Esta missiva referia um curso de estratégias de comunicação e assessoria mediática, e o título era chamativo - "Blogues passam a integrar pós-graduação única no País", no ISLA. Até aqui nada de novo, acho muito bem e apropriado. E continuam depois: "O estudo do fenómeno dos blogues, segundo Nicolau Santos, é uma das principais atracções do 6.º Curso de Pós-Graduação em “Estratégias de Comunicação e Assessoria Mediática” que arranca no ISLA, em Lisboa, já em Novembro próximo. (...) Ok, prossegue a Jonas, embora Nicolau Santos não seja a primeira pessoa que me ocorre quando penso em Blogs, é sem dúvida uma referência no jornalismo, em Portugal, e parece-me ser uma pessoa sensata e com sensibilidade (...). E continuei a ler, para de imediato perceber que não, afinal a minha intuição inicial confirmava-se, era mesmo uma brincadeira: "O módulo relacionado com a análise de blogues e seu impacte, ministrado pelo director-adjunto do semanário Expresso, é mais uma aposta do curso que tem Francisco Moita Flores como director e José Bartolomé Duarte e António de Sousa Duarte como directores-executivos." Ri-me, claro. Percebi porque é que me tinham enviado o mail. Era um mail humorístico. Francisco Moita Flores à frente de um curso sobre estratégias de comunicação e assessoria mediática só poderia ser uma anedota, na medida em que o ISLA tem alguma tradição de seriedade”.

Pois é: mas o que parecia brincadeira é mesmo verdade, como a blogger confirmou quando consultou o site do Isla: “Verdade seja dita que, consultando o plano de estudos, verificamos que na realidade, Francisco Moita Flores não lecciona nenhuma das cadeiras do curso. Mas, mesmo assim, é o Director da Coisa”.

Ou seja: o homem que opina sobre Maddie, sobre a PJ, sobre o funcionamento da Justiça, o autarca, o escritor, o autor de programas de TV, é também o homem que manda numa pós-graduação onde se estuda a blogoesfera nacional.

Primeiro fiquei chocado – mas depois percebi o fenómeno: pois se o mundo dos blogues reproduz uma realidade, e essa é a realidade portuguesa, de alguma forma Moita Flores tinha de estar presente. Não havendo clone à vista, vem o próprio sob a forma académica e pós-graduada. Nem podia ser de outra forma, pois claro...

publicado por PRD às 23:14
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds