Quinta-feira, 16 de Outubro de 2008

Treinadores no sofá

Vamos então olhar, pelo olho clínico do mundo dos blogues, a triste figura da selecção portuguesa face à Albânia. No Bicho carpinteiro, Medeiros Ferreira não podia ser mais directo: “Portugal empatou, Queiroz perdeu”. E resume assim: “Portugal, com 11, empatou em casa contra a Albânia, com 10 (...). Queiroz, que regressou à selecção cheio de soberba intelectual, arrastando preconceitos e teimosia, perdeu. Nunca percebeu o jogo que estava a dirigir no banco”. No blog Linha Avançada, Ricardo Carvalho antecipa comentários e escreve: “Depois do minuto 67 do jogo (...), tenho a dizer que "as equipas boas ganham, as más têm azar"”. Chama-lhe “um fado”, o mesmo que leva Rodrigo Moita de Deus, no 31 da Armada, a escrever: “Alguém lembrava que Carlos Queiroz era um treinador com azar. Sim. Feitas as contas há treinadores com sorte e há treinadores com azar. (...) O azar de Queiroz foi ter perdido aquele jogo com a Dinamarca. O jogo custou-lhe três pontos e a coragem de arriscar. (...) Sem coragem, a equipa vacila, o treinador enerva-se, os jogadores tremem e tudo o resto decorre”. Katanec, no blog 4-3-2, concorda: “Queiroz tem grande responsabilidade neste desastre. A derrota com a Dinamarca parece ter abalado a sua confiança. Há algumas semanas defendia um futebol atraente e ofensivo, e insistia num discurso optimista para a selecção. Subitamente, não só hesita nas conferências de imprensa como apresenta um onze de cariz claramente defensivo”.

É claro que o seleccionador nacional é o principal visado nas criticas, fazendo logo a memória ir buscar o nome de Scolari.... No mesmo blog 4-4-2, escreve Master Kodro: “Era inevitável. Mal acabou o jogo recebi a seguinte mensagem: "Pois é, volta Scolari!". É algo que vamos ler hoje repetidamente. Talvez Scolari marcasse os golos que Nani e Hugo Almeida falharam, talvez desviasse o poste ou a mão ou o pé do guarda-redes. Talvez fosse isso”. A ironia deste blogger não é acompanhada, por exemplo, por Nuno Dias da Silva no Civilização do espectáculo, que escreve uma carta ao Felipão: “Hoje, estou desolado. A potência albanesa vergou-nos no nosso próprio reduto. Vendo bem as coisas estamos quase fora do Mundial 2010. Não me conformo. Enquanto há vida há esperaça e enquanto existir Nossa Senhora do Caravaggio, agora deslocada em terras de Sua Majestade, há fé. Agora que o Queiroz não deve aguentar muito mais, exigimos que regresse, mesmo que seja em regime de part-time, para a nossa selecção. (...)  Agora percebemos, o burro não era você”. São cartas destas que certamente inspiram Tomás Vasques a dividir o mundo em dois: “A história da selecção nacional de futebol divide-se em duas épocas: a época Scolari e todas as outras (...). Os últimos três jogos (com a Dinamarca, a Suécia e a Albânia) já são suficientes para marcar definitivamente este período das «outras épocas» – no caso, o período Queiroz”. E não é meigo a classificar a equipa, “Um bando de incompetentes, desorganizados e mal dirigidos”. Assim vai a selecção de Queiroz no mundo dos blogues, onde estão os treinadores de sofá que há em cada um de nós. Até ao próximo jogo.

publicado por PRD às 19:31
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds