Quinta-feira, 2 de Outubro de 2008

A greve e os números

Quem vive ou trabalhe em Lisboa, sabe que é verdade: por mais que os números não batam certo, a greve da função pública deixou um rasto de confusão na cidade, do lixo ao trânsito. Francisco Clamote, no blog Terra dos Espantos, nota exactamente a polémica habitual: “Para não variar ... os números da adesão à greve da função pública, vão do oito ao oitenta, consoante são apresentados pelos sindicatos ou pelo governo, o que faz com que nem uns, nem outros, mereçam um mínimo de crédito. Para a Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública, a greve de hoje atingiu cerca de 75%; para o governo a greve ficou aquém dos 11% do universo abrangido. É óbvio que a disparidade entre estes números é de tal monta que, nem os números da Federação, nem os do Governo são credíveis”.

E é verdade: nem oito nem oitenta. Com humor e alguma razão, João Pinto e Castro dá os Parabéns à CGTP no blog 5 Dias: “A jornada de luta da CGTP contra o Código de Trabalho mobilizou exclusivamente sectores laborais que não são afectados pelo Código de Trabalho. Já não se percebe bem se a CGTP é afecta ao PSD ou ao PCP. Se o ridículo matasse…”.

Filipe Tourais no blog Pais do Burro prefere criticar os media nacionais e fala numa cobertura bizarra: “Os meios de comunicação social poderiam falar dos motivos da greve: as actualizações salariais sistematicamente abaixo da inflação (...), uma reforma das carreiras que, em média, faz com que os funcionários públicos tenham que esperar 10 anos por uma promoção (...), uma avaliação do mérito de cada desempenho realizada por dirigentes nomeados políticos (...). Mas nada disto interessa aos média. Não vende. A sua greve é outra. Limitam-se a informar o seu público que está a decorrer uma greve que pode afectar as suas vidinhas durante o dia de hoje e apresentam as percentagens de adesão em cada sector como medida desse transtorno”.

Já se sabe: o mensageiro leva por tabela. E ainda assim há quem ache que não chega a jornada de ontem. No blog “Liberdade, solidariedade, autogestão”, encontro um comentário que é claro: “Seria melhor que a CGTP convocasse uma GREVE GERAL contra o Código do Trabalho e que pudesse ser uma alavanca para reivindicar melhores salários, lutar contra o desemprego e a precaridade, laboral , mas isso a CGTP não está interessada, prefere andar a pedir batatinhas a Cavaco Silva em Belém e com esta actuação os trabalhadores é que vão perder”.

Curiosamente, nos blogues próximos do Bloco de Esquerda, a greve de ontem foi liminarmente ignorada. Já do outro lado, e pela primeira vez, vi com graça uma declaração de intenções sobre o tema. Miguel, no blog O Insurgente, foi claro: “Não fiquem com ideias, este blog não aderiu à greve”.

Os blogues mais populares e conhecidos também não aderiram nem ligaram ao tema. No meio da crise financeira, uma greve parece ser mais uma acha para a fogueira. Mas não faz, em si, o grande fogo...

publicado por PRD às 18:50
link do post | comentar
1 comentário:
De tv a 24 de Novembro de 2010 às 23:04
Estou a ver na televisao informacao sobre a greve. O governo para o resto nunca tem números exactos, para a adesão à greve tem...


Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds