Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Estranhos ruídos ruidosos

Ruídos estranhos - estará o auditório da Antena Um a ouvir ruídos estranhos neste preciso momento? Esperemos que não.
Mas fica o aviso: além do Procurador Geral da Republica, a blogoesfera também anda a ouvir ruídos estranhos desde que, no sábado, numa entrevista de imprensa, o Dr. Pinto Monteiro confessou que não estava seguro de que o seu telefone não possa estar sob escuta...
José António Barreiros, no blog Revolta das palavras sugere que o Procurador se queixe... a ele próprio. E pergunta: “Mas será que ele acredita que o PGR tem força e poder para conseguir evitar que lhe ponham o telefone sob escuta?”
Mais irónico ainda, José Teófilo Duarte, no Blog operatório, não acredita na tese da escuta: “Não estará com certeza a ser escutado, escreve. Sempre é o Procurador-geral da República. Em vez de se ir queixar para a comunicação social, não fazia melhor figura se fosse pôr o telemóvel a reparar?”
Rui Costa Pinto acha da “maior gravidade”, no blog Mais actual, a declaração do procurador e escreve: “A Lei não permite que os serviços de informações, ainda que dependentes do primeiro-ministro de Portugal, façam escutas. O que quererá dizer o PGR? Que os serviços de informações fazem escutas ilegais? (...) A entrevista de Pinto Monteiro não pode cair em saco roto. Não é normal um Procurador-Geral da República vir a público manifestar tal dúvida e fazer questão de dizer que não tem medo de ninguém”.
David Dinis, no blog O Insubmisso, nota uma coincidência relevante:
“O mais estranho na entrevista de Pinto Monteiro ao "Sol" não são os duques que ele diz que lhe saíram na rifa, nem as escutas que garante não controlar. É o facto de dizer isso apenas uns dias depois de ter ido a Belém conversar com Cavaco Silva. Ninguém me convence que não há uma carta escondida neste poker à Monteiro”.
Que carta pode ser essa?
Não sei, sinceramente. Mas não posso deixar de estar de acordo com Miguel Abrantes quando, no blog Câmara Corporativa, e sobre este tema, alarga a questão às ideias gerais do Procurador e escreve;
“Maior consternação está a causar a referência do procurador-geral da República ao baronato do Ministério Público, sempre sequioso de mordomias, rebelde à hierarquia e, em muitos casos, altamente preguiçoso (...). Apesar de estar há um ano à frente do Ministério Público, foi nesta magistratura que Pinto Monteiro começou a sua carreira e certamente sabe do que fala. Feito o diagnóstico, só resta esperar pela terapêutica”.
A saber: a questão das escutas é mais soundbyte do que matéria de fundo, mas nesse caso como no do funcionamento do Ministério Publico, se o Procurador tem o diagnóstico, o povo aguarda a cura dos males maiores.
publicado por PRD às 14:46
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds