Terça-feira, 19 de Agosto de 2008

Criou ou não criou?

 

E ao 18º dia do mês de Agosto, a politica acordou. E acordou porque José Sócrates voltou de férias e começou em grande, falando de emprego: uns milhares de postos de trabalho criados a Norte, e um numero redondo, 133 mil empregos recuperados na legislatura.

Havia uma pergunta que pairava na blogoesfera, e que Sofia Bragança Buchholz colocou no 31 da Armada: “Foram duas semanas de férias. Ninguém sabe onde. O Primeiro-ministro passou duas semanas em local incerto”. Onde terá estado? A imprensa cor de rosa preferiu deixar o líder em paz, vá lá saber-se porquê...

Mas agora a pergunta já é outra. E afinal são várias: comecemos com João Gonçalves que pergunta se “A Culpa é dele”. E escreve: “Sócrates regressou de férias. Recomeçou como tinha encerrado a "saison" anterior. Com propaganda. Todavia, o problema não está já tanto nele ou na sua "reprise". (...) A questão é que o deixam sozinho no palco, sem contraditório. Se não se puser a pau, o PSD cai em falência técnica a um ano de eleições”

Nuno Dias da Silva, no blog Civilização do Espectáculo, concorda: “Manuela Ferreira Leite continua em paradeiro desconhecido e sem nada para dizer. É verdade que estamos em Agosto, mas quando acordar a senhora vai ver que é tarde demais”.

Vejamos então de que se fala quando se fala dos tais 133 mil empregos. No Blasfémias, JCD ironiza: chama a Portugal República Socialista Federativa de Portugal.

Porque ouviu na rádio um jornalista dizer que o primeiro-ministro tinha dito que o governo criara os tais empregos. Logo um comentário repõe a verdade; “Socrates diz que a economia portuguesa foi capaz de criar … e nao diz que o governo criou coisa alguma. Assim acho bem que critique o jornalismo que existe”. E volta o autor do blog: há “O nosso primeiro-ministro e os seus assessores já evidenciaram abundante competência na escolha judiciosa das palavras. Há linhas, entrelinhas, não-linhas e sobrelinhas. Espera-se que os jornalistas as saibam identificar e não sejam tantas vezes levados pelo entusiasmo”.

João Maria Condeixa no blog Câmara de Comuns vai no mesmo sentido:  “O Estado, o governo, como preferirem, (...) poderá, quanto muito, criar ambiente propício para as empresas o fazerem, mas a verdade, é que nem isso este governo fez!”

Paulo Pinto Mascarenhas, no Atlântico, chama-lhe “Demagogia bruta” mas, no fim das contas, eu fico como ficou o Francisco José Viegas no blog Origem das Espécies: “O pobre conde de Gouvarinho (...) protestava a meio do Chiado: «Quer a gente um ministro? Não há um ministro. Quer-se um economista? Não há um economista.» Pois a pergunta é mais simples: José Sócrates anunciou ou não que Portugal criou «133 mil empregos líquidos desde o mês de Março de 2005»? Isso é mentira ou é verdade? «Quer a gente uma estatística fiel? Não há uma estatística.» (...)  Mas esclareçam esta dúvida: criou ou não criou?” E assim estou eu: passei por dezenas de blogues e fiquei na mesma. Ás vezes, muita informação e excesso de opinião dá nisto: ficamos na mesma. Criou ou não criou?

publicado por PRD às 18:20
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds