Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

Centrão no trabalho

 

O PSD considerou positivo o acordo entre Governo e parceiros sociais para a revisão do Código do Trabalho e logo André Azevedo Alves, no blog O Insurgente, se interrogou: “preparar o Bloco Central?”

Nem por acaso, Renato André, no blog Reflexões Banais, também deixa uma pergunta, mas é outra: “Quer PS com D ou sem D?”. E escreve: “PS e PSD convergem na mentira e convergem na ideologia. Já não há espaço entre ambos. (...) A precariedade no trabalho promete aumentar, assim como os lucros das grande empresas e multinacionais. Os governos dos países ocidentais, estão de parabéns. Quem não está de parabéns, e vê as suas condições de vida a regredirem diariamente, é a malta da "Geração 500€"”.

A CGTP não assinou o acordo, como de costume. No Jumento fala-se de hipocrisia e regista-se a ligação: “Ainda antes de Carvalho da Silva ter ouvido um único trabalhador já Jerónimo de Sousa tinha tomado a decisão”. Como de costume, aliás.

O código e o consenso, no entanto, mobilizam apoios: a OCDE, por exemplo, elogiaram a proposta do Código do Trabalho. Só mesmo o PCP parece ficar de fora, o que leva ao comentário de Paulo Ferreira no Câmara de Comuns: “Como seria de esperar o PCP é quem mais ordena e a conjuntura é de guerra contra o PS, custe o que custar...há gente que percepciona a liberdade e a democracia assim! A tradição ainda é que o era... o que não era tradicional eram estes elogios da OCDE,  sinal dos tempos se calhar!”.

Moura Pina, no blog Abrasivo, vê os tempos de outra forma: “Antigamente, gritava-se: «Vêm aí, os Bárbaros». A Europa enfrentava-os. Vencia-os e transformava-os transformando-se. Hoje, grita-se: «Vem aí, a globalização». Não os enfrenta. Transforma-se e quer tornar-se igual a eles”.

Por motivos diferentes, Rui Costa Pinto também não aplaude o Código, que na sua opinião “contém uma amálgama de modelos importados, alguns dos quais desfasados da realidade portuguesa”. Diz: “O mais importante instrumento para o futuro, que não é carne nem peixe, é uma oportunidade perdida”. No Cibertertulia, Miguel Marujo acha que o código “merece a concertação”. Mas nota: “Desconfio que haja um mínimo denominador comum: muita flexibilidade, pouca segurança. A prática do nosso patronato é essa. Duvido que se altere”.

Chega por fim Medeiros Ferreira no Bicho-carpinteiro e deixa a pergunta que impõe a reflexão: “Leis circunstanciais ou ideológicas?”. E escreve: “Teremos certamente maior facilidade nos despedimentos. A maior produtividade e empregabilidade são apenas parte do credo que se reza nesta altura do culto”. É disso que se trata: rezar pelo trabalho e pelo futuro...

publicado por PRD às 20:56
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds