Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Ressaca de Abril

Fim-de-semana prolongado com um feriado especial – o 25 de Abril. A data acaba por ter reflexo na blogoesfera e no que se escreve, mas este ano o discurso de Cavaco Silva monopolizou as ideias. Vamos aos exemplos, Daniel Oliveira no blog Arrastão: “Como pode esperar que os jovens entendam a dignidade da democracia quem, sendo Chefe de Estado, se rebaixa perante um cacique local e se cala diante tantos atropelos às regras democráticas? Os jovens esqueceram-se do 25 de Abril? Não o esqueceu Cavaco Silva durante toda a semana que esteve na ilha da Madeira?” José Teófilo Duarte, no Blog operatório recupera a memória: “Cavaco Silva queixa-se da falta de informação dos jovens portugueses. Isto dito por quem se gabava de não ler jornais...”. Manuel Jorge Marmelo, no Teatro Anatómico, leva a memória mais longe: “Cavaco Silva (...) é a mesma pessoa que, enquanto foi primeiro-ministro, (...) afirmou que o seu programa de televisão favorito era o McGiver. A ignorância dos jovens de hoje tem, bem vistas as coisas, pelo menos um aspecto positivo. Eles não sabem o que aconteceu no 25 de Abril, mas também não sabem quem é o McGiver. Alguns nem devem saber que é o Cavaco Silva”. No blog Puxa Palavra, Joao Abel de Freitas vai pelos jovens: “A juventude quer ser livre e vê nas jotas dos partidos o que elas realmente são: uma agência de emprego e não quer alinhar nisso. Para quê então interessar-se pela política? Que interessa saber quantos deputados tem a AR e quem tem maioria absoluta. Provavelmente 50% dos jovens ente os 15 e os 17 anos nem sabe quem Cavaco Silva é? Será que em França ou em Itália sabem quem é Sarkozy ou Berlusconni?”. Também Sofia Loureiro dos Santos, no Defender o Quadrado, se põe do lado dos mais novos: “A juventude é ignorante em história, em política, em Matemática, em Português, mas sabe muito mais que nós algum dia saberemos de coisas que nem imaginamos que existem. A actuação política dos nossos representantes políticos, as suas mentiras, o seu alheamento da realidade, a nossa falta de interesse na leitura, na conversa, no pensar por nós próprios, no esforço de participar são algumas das explicações para o desinteresse dos nossos filhos pela causa pública. (...) A cidadania constrói-se todos os dias e dentro das nossas casas, para fazer parte da nossa vida, não em liturgias e avaliações cíclicas e anuais do estado a que isto chegou”.
Aqui chegado, decido alargar o debate com um bocadinho do post lúcido de Mouro na Linha do blog Womenage a Trois, e deixar assim fluir essa ideia de cidadania diária:

“Portugal vive melhor hoje porque o mundo (pelo menos a parte do mundo em que Portugal se insere) vive melhor hoje do que há 34 anos. Se o mundo tivesse “piorado” entretanto, Portugal teria piorado com ele. E nenhum 25 de Abril nos salvaria. Dito isto, lembremo-lo (ao 25 de Abril). Não pelo que fez de nós, mas pelo que mostrou de nós. Pelo que representou de coragem de uns e cobardia de outros, pelo que ensina da política, da guerra, da história, da condição humana. Quanto mais não seja (...) os que o fizeram merecem-no”.

publicado por PRD às 23:39
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds