Terça-feira, 1 de Abril de 2008

O eterno Borges

A entrevista saiu no domingo, no jornal Público, mas as ondas de choque estendem-se já por dois dias. Falo de António Borges, essa eterna reserva do PSD para uma liderança sempre adiada, e das suas polémicas declarações. Vejamos, pela pena de Sofia Galvão, no blog Geração de 60, o que ele diz:
“Refere-se à oposição e ao PSD sem cerimónias. «A oposição – diz – não existe e está completamente descredibilizada». E continua: «o PSD atravessa uma fase muito má, que não é de agora». Sobre Luís Filipe Menezes, mais adiante, refere: «é um erro, um lapso do PSD. E julgo que não vai durar».
(...) No entanto, reserva ao Governo a parte mais letal e grave da sua entrevista. (...) Torna público o facto de o Ministro da Economia, Manuel Pinho, lhe ter comunicado a cessação imediata de todos os contratos com a Goldman Sachs, no dia seguinte ao fim-de-semana do Congresso do PSD (...), em que fora crítico das políticas governamentais”
Sofia Galvão acha que António Borges “confronta-nos com o país que somos. Um país entregue a um Governo autoritário, incapaz de perceber o sentido da liberdade e do seu exercício responsável, intolerante para com aqueles que perfilham uma visão diferente da realidade, implacável para com a opinião crítica”.
Ora bem, vamos ver outras opiniões, encontro Shark no blog Charquinho, com um titulo divertido para o post: “Banco Borges & Rescisão”, para dizer, sem surpresas: “como se fosse novidade o facto de que dita as regras quem mexe os cordelinhos e por isso a malta agarra-se tanto ao Poder, porque manda quem pode”.
Miguel Abrantes, blog Câmara Corporativa: “Borges é useiro e vezeiro nestas trapalhadas envolvendo a Goldman Sachs. Quando Santana Lopes era primeiro-ministro, denunciou que António Borges entrara pelo seu gabinete com o propósito de se oferecer para preparar a privatização da Águas de Portugal, dando a entender que este andaria na política para angariar negócios para a Goldman Sachs. Esta alegada confusão entre negócios & política acabou mal: a Goldman Sachs prescindiu dos serviços de António Borges e, agora, o presidente da Assembleia Municipal de Alter do Chão anda por aí a ver se alguém repara nele”
Luís Menezes Leitão no blog Lei e Ordem concorda com esta ideia e vai mais longe: ”Manuel Pinho desmentiu-o prontamente, como se esperaria, e qualificou-o apenas como um gestor de banca que se queixa de uma decisão do Governo, o que não é seguramente imagem que queira ter um candidato a líder do PSD. Se é esta a oposição a Luís Filipe Menezes, ele manifestamente pode dormir descansado”.
Já Paulo Pinto Mascarenhas, no Atlântico, prefere sublinhar que Borges é mais um candidato a líder do PSD, a juntar a José Pedro Aguiar-Branco, Pedro Passos Coelho e, claro, Marcelo Rebelo de Sousa. “Não há fome que não dê em fartura”, exclama ele. O problema, digo, é que eles falam todos muito, mas eu vejo mais blogues a pensar do que propriamente candidatos a líder do PSD a agir...  

publicado por PRD às 18:52
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds