Quinta-feira, 20 de Março de 2008

...

Passaram cinco anos sobre a invasão do Iraque e a efeméride foi devidamente assinalada um pouco por todo o mundo. Na blogoesfera nacional, encontro números. Números, por Casimiro, no blog Mentes Inquietas: “Só entre Março de 2003 e Julho de 2006 morreram mais de 600 mil que não teriam morrido se a guerra não tivesse acontecido”
Encontro números também no blog Arrastão, com Daniel Oliveira:
“3987 soldados americanos mortos no Iraque
4295 soldados mortos no Iraque (...)
5,1 milhões (...) de iraquianos deslocados. Apenas 20% recebe alguma ajuda de agências da ONU ou de ONG.
2,2 milhões de deslocados no Iraque
1,2 milhão de refugiados na Síria
500 a 600 mil refugiados na Jordânia
43% dos iraquianos vivem com menos de um dólar por dia
12 horas de electricidade por dia na capital de um dos maiores produtores de petróleo do Mundo
(...)
Armas de destruição em massa descobertas: 0”
Também há quem defenda a intervenção americana. Paulo Pinto de Mascarenhas, por exemplo, no blog Atlântico, escreve: “Apesar (...) de não se ter comprovado a existência de armas de destruição massiva (...) existiam razões de sobra para atacar aquele regime pária liderado por um tirano que reprimiu o seu povo e ameaçou anos a fio a comunidade internacional, fazendo gato sapato das Nações Unidas e do Direito Internacional. A História julgará um dia quem foram os mentirosos, mas não deixa de ser curioso verificar que os dois principais países europeus que estiveram então contra a intervenção aliada sejam hoje governados por dirigentes claramente pró-americanos: refiro-me à França de Sarkozy e à Alemanha de Merkel”.
Portanto, o debate continua em aberto e em vésperas de fim de semana de Páscoa não sou eu quem vai espicaçar mais o ambiente. Mas justamente através do Paulo Pinto Mascarenhas descubro que Luís de Castro, o jornalista da RTP, tem desde há dois dias um blogue escrito justamente a partir do Iraque, onde se encontra em serviço de reportagem. Os textos e a sua experiência podem ser lidos e seguidos diaramente no blog “Cheiro a Pólvora”, que se encontra em cheiroapolvora.blogs.sapo.pt. O jornalista regressa, assim, ao terreno, para perceber a realidade iraquina cinco anos depois da invasão. No primeiro texto do blog Luís de Castro reproduz um diálogo com um policia na alfandega de Bagdad a que diz: “é a sexta vez que venho ao país dele. À pergunta se não tenho receio, respondo-lhe que mente quem disser que não tem medo. Eu tenho uma ligeira vantagem: já sei ao que venho”. E a primeira conclusão que tira num rápido olhar sobre o país é esta: “os americanos perceberam que não conseguirão construir a paz sem os que fizeram parte do regime de Saddam Hussein”. Vale a pena seguir o cheiro a pólvora do jornalista, que seria o meu blog da semana - mas não será, porque amanhã a santa Janela estará fechada...
publicado por PRD às 18:16
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds