Segunda-feira, 17 de Março de 2008

O desmentido que chegou antes da notícia

O facto blogoesférico do fim-de-semana tem a ver, mais uma vez, com a velocidade que um blog pode ter a reagir a um facto.
O facto é este: no Expresso de sábado, o empresário Abel Pinheiro diz numa entrevista que terá doado a Pacheco Pereira 1000 contos para a campanha eleitoral de Loures em 1989. Isto no meio de uma conversa sobre financiamento dos partidos, pressão, lobby e CDS/PP.
Ora bem: à meia-noite e três minutos desse sábado, ainda o Expresso não estava fisicamente à venda, José Pacheco Pereira já tinha desmentido Abel Pinheiro no blog Abrupto. Escreveu: “Tal é completamente falso. Primeiro, porque vi Abel Pinheiro um vez na vida, num almoço para que José Miguel Júdice me convidou no Ritz, que penso, se a memória me não falha, nem sequer foi contemporâneo da campanha de Loures (...). Nesse almoço, Abel Pinheiro queixou-se de Jardim e de uma questão qualquer que tinha com Jardim, que já nem me lembro bem qual e a que não prestei muita atenção. Ouvi, agradeci o almoço e vim-me embora. Se Abel Pinheiro deu dinheiro ao PSD, nacional ou de Loures, desconheço em absoluto e, se o soubesse, certamente que lhe agradeceria porque tínhamos muito pouco dinheiro para a campanha e tal era totalmente legal à época. Mas reafirmo o meu completo desconhecimento deste caso, que evidentemente só se destina a querer meter gente séria no saco de gente pouco séria, para ver se na balbúrdia todos ficam sujos. É tudo o que tenho a dizer sobre o assunto, penoso como se imagina, porque fica sempre algum "fumo" no ar, mas que não me demoverá de dizer o que sempre digo e de combater o que combato. Há gente aí a trabalhar profissionalmente para lançar estas calúnias, mas comigo têm pouca sorte”.
Repare-se o patamar em que estamos: quando o jornal Expresso está nas bancas, sábado de manhã, já foi desmentido, quase 8 horas antes, pelo próprio visado. Ou seja, a notícia de jornal, dada pelas palavras de Abel Pinheiro, morreu antes de nascer e o comentário no blogue ainda lhe acrescenta uns pós.

Seguem-se, é claro, as opiniões dos leitores do Abrupto, que Pacheco Pereira exibe:
”Como acontece muitas vezes nos jornais, é vítima do título e não do facto. Junta-se a muitos outros a quem acontece o mesmo”, diz um, logo seguido de outro: “faço questão de me solidarizar expressamente. Solidarizar-me com estes danos colaterais que está a sofrer. E como já uma vez disse, "que nunca lhe doam as mãos com o que escreve"! Pode acreditar que nada disso cai em saco roto”. E ainda mais um, por acaso conhecido analista Carlos Magno: “Escrevo-te só para te dizer que tens a minha total e incondicional solidariedade”.

Esta é o poder da blogoesfera ou, se quisermos ser rigorosos, o caminho que leva a informação no século XXI. Velocidade na rede – à espera que o papel impresso repense de uma vez por todos o seu lugar na paisagem...

publicado por PRD às 22:12
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds