Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Corrupção ou justiça ou ambas?

É isso, ambas as coisas em debate esta semana em Portugal, ou não tivesse arrancado o julgamento do Apito Dourado e não houvesse todos os dias noticias, suspeitas, investigações, processos. Tudo fica mais tarde em águas de bacalhau, mas enquanto fica e não fica, sempre se conversa.
Pacheco Pereira, por exemplo, estava chocado ontem no seu Blog Abrupto:

“Será que ouvi bem, escreveu ele, o PGR dizer, a propósito do "Apito Dourado", que a mera existência do processo, seja qual for o resultado, é já "positiva" e já "teve resultados"? Isto é completamente absurdo sob todos os pontos de vista e péssimo para o ambiente que já se vive em Portugal. Primeiro, porque podemos passar a ter processos desencadeados com intenção exemplar, funcionando para culpabilizar alguém junto da opinião pública, mesmo sem decisão judicial de culpa (...). Depois, porque é absurdo pensar que, se processos sobre processos chegam a tribunal e ficam pelo caminho, ou é porque as pessoas foram injustamente acusadas, ou porque a instrução foi deficiente e negligente (...). O que parece é que o PGR não tem confiança na solidez da instrução do "Apito Dourado" ou não acredita na justiça...”

No Corta-Fitas , que blog que comemorou 2 anos de sucesso de um espaço aberto a um conjunto vasto de pessoas com ideias diferentes, Cristina Ferreira de Almeida escreve uma reflexão que vale a pena observar:

“Vinha eu a pensar se existe ou não corrupção em Portugal, se recusamos admiti-lo por a palavra ser especialmente feia ou se existe apenas troca de favores - e, nesse caso, que nome deveremos dar a isso - quando reparo numa paragem de autocarro no centro de Lisboa. Com aquela arrogância que parece usar-se ,consta de uma larga abóbada. Em baixo, meia dúzia de tampos de cadeira colocados numa barra de metal modernaça. Estão cerimoniosamente espaçados entre si, mas tão altos que as velhinhas que esperam o autocarro balançam as pernas como meninos na escola. Fiquei estática, a ver um velho baixote fazer equilibrismo nas muletas para tentar chegar ao assento. Isto para dizer: será que ninguém recebeu nada por aquilo? E pelos placards de colorido berrante que ladeiam as auto-estradas? E pelas calhas metálicas para escoar as chuvas que algumas ruas têm e que fazem saltar o empedrado, além de não estarem colocadas no sentido das descidas (...); ninguém ganhou nada com estas anormalidades e outras que a vista alcança? É tudo só mau gosto e incompetência?”

Cristina nota o que importa: é que ela, a corrupção, pode estar, e estará, de baixo a cima, de norte a sul – e quando assim acontece, geralmente quem está por baixo sofre e quem está por cima consegue passar pelos pingos da chuva sem se molhar.

Tem razão, assim, João Gonçalves, no blog Portugal dos Pequeninos, quando escreve: “A Justiça - o modo como ela é concedida ou negada, na forma e na substância - "mede" um regime”. Nessa medida, a ver pelo debate de ontem no “Prós e contras”, ele acha que vivemos numa “democracia anã”.

Corrupção e justiça – duas palavras com sabor amargo em Portugal. Sem duvida.

publicado por PRD às 18:58
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds