Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

Blog da semana: Teatro Anatómico

A blogoesfera é palco de muitas revelações – uma delas ocorre sempre que alguém que conhecemos por determinada obra, decide abrir um blog mais confessional. Aí ficamos a saber mais sobre essa pessoa, e há até um lado vagamente coscuvilheiro que de nós se apodera – vamos cuscar os gostos, as manias, as paixões, os ódios...
Quem aprecie por exemplo a escrita do jornalista e escritor Manuel Jorge Marmelo pode conhecer os seus outros lados no blog Teatro Anatómico, que é o quarto onde desabafa sobre politica, futebol, sociedade, cultura. O autor de livros como “As mulheres deviam vir com livro de instruções” ou “O amor é para os parvos”, premiado em 2004 com o Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco, pelo livro O Silêncio de um homem só, alimenta o seu blog quase diariamente com apontamentos, ideias, pequenas crónicas.
Recupero um post notável que Marmelo deixou no final do ano passado. Dizia assim:

“Sinto-me tentado a dizer que, tal como Álvaro de Campos, também eu “pertenço a um género de portugueses que depois de estar a Índia descoberta ficaram sem trabalho”. Mas seria mentira. Descoberta a Índia e o Brasil (...), a penincilina e a divisão dos átomos, eu continuo a ter um emprego e a ter trabalho: o trabalho que dá ser português num tempo em que ser português não tem interesse absolutamente nenhum”.
São bocados de um escritor que não encontramos nos livros, bocados de um jornalista que não aparecem nos jornais. Blogues também servem para isso – por isso escolhi, como bom exemplo, o Teatro Anatómico como meu blog da semana. Fica em http://teatro-anatomico.blogspot.com.

No começo do blog o autor explica-se e lá está:
«“Um homem é um rio?”, pergunta Julinho, personagem de uma das “Velhas Histórias” do mais-velho Luandino Vieira. A resposta à questão é não. E sim. Um homem não é um rio. Basta olhar e ver: o homem é “um animal, um bicho estúpido”. Mas, tal como um rio, um homem é também uma escorrência vital que faz pouco sentido sem outro rio de destino ao qual se junte, sem outras águas às quais misturar as suas até ao ponto de fazer um rio enorme, um lago, um mar. (...) Escrever estas linhas, ainda que desnecessário e algo torpe, é já uma forma de voltar a misturar as águas depois de desistir e de ter julgado que seria capaz de ficar confinado às estreitas margens dos rios tristes».

publicado por PRD às 18:32
link do post | comentar
1 comentário:
De NL a 25 de Março de 2008 às 04:14

Olá.

A Mostra Rastos inicia a 27 de Março pelas 21h no Palco Oriental no Beato, em Lisboa.
Durante quatro dias teremos Teatro/Dança/Vídeo/Musica ao Vivo e ainda Exposições permanentes de Fotografia e Pintura.
Para programação detalhada contacta o nosso site:

www.freewebs.com/rastos

Marca já na tua agenda.
Para reservas e contactos : rastos.mostradeartes@gmail.com



Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds