Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

"Porreiro, pá!". Porreiro, pá?

Uma busca de Internet rapidamente chegaria a essa obtusa conclusão: a expressão mais usada em língua portuguesa neste fim de semana na blogoesfera foi, obviamente, “Porreiro, pá!”.
Um descuido feliz – raro acontecer, não é? – dizia, um descuido feliz do primeiro ministro depois de uma longa maratona diplomática originou essa propagação imediata da expressão que José Sócrates segredou a Durão Barroso mas foi ouvida por todos.
Vamos ver o que encontro na blogoesfera…
Bruno Alves no blog Insurgente desvaloriza os acordos europeus:
“Sócrates quer fazer da “sua” Presidência da UE um sucesso aos olhos da “Europa”, para mais uma vez se engrandecer aos olhos dos eleitores nativos. Veja-se o que se passou esta semana: Portugal perde poderes no quadro institucional da UE, e não há uma palavra do Primeiro-Ministro sobre o assunto. A UE dá um gigantesco salto em frente, e não há uma reflexão do Primeiro-Ministro. Apenas se ouvem da sua parte (…) a sua habitual frase de que “este é um momento histórico”
Bruno Cardoso Reis no blog Amigo do Povo é mais optimista e crédulo. Escreve:
“Sinto-me tentado a acreditar (…) que Portugal nunca teve tanto peso efectivo no coração Europa como hoje. (…) Ilusões, dirão. Independência, independência - soberania mesmo face à Europa - era com Salazar. Tal seria, suponho, quando a tropa portuguesa andava a combater em África com camiões e metralhadoras alemãs e helicópteros franceses. Ou então talvez, logo depois, quando o pessoal revolucionário, que agora se reciclou em bloco, rebentou soberanamente com a economia de tal maneira que pôs o FMI a mandar cá em vez do BCE. Bons tempos, dirão! Talvez. E que tal fazer um referendinho sobre o assunto?”.
Valupi, no blog Aspirina B, certamente concordaria porque acrescenta: “A bebedeira da imbecilidade não vai conseguir entornar o facto: a presidência portuguesa esteve à altura do desafio, ou terá superado as expectativas, mostrando capacidades técnica e política irrepreensíveis”
O jornalista João Pedro Henriques, no blog Glória Facil, observa que
"José Pacheco Pereira já produziu 27 posts intitulados "A fuga em frente da Europa", mas nada de comentar o Tratado de Lisboa". Aliás, vai-se ao blog Abrupto e o que se encontra por lá são opiniões dos leitores do blog. Um exemplo, o de Telmo Martins que aproveita o blog de Pacheco para pedir de joelhos:
“Afinal alguém me aclara quantos Tratados foram assinados nestes dois últimos dias!? A julgar pela massiva difusão televisiva parece tratar-se de vários! Quais as implicações que acarretam para a vida dos povos europeus em geral, e para os portugueses em particular, para os 200 mil que estiveram na rua e para os outros que não estiveram”… Perguntas, tantas perguntas…
Na verdade, parece evidente que o Tratado de Lisboa é documento que ninguém conhece. Também parece óbvio que, ainda assim, merece palpites e opiniões de todos.
Por mim, vou estar atento à blogoesfera - a ver se por ela saberei melhor e mais claramente o que por ali se passou no Parque das Nações. Até agora, nada de nada.
publicado por PRD às 13:21
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds