Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

Carrilho sabe tudo. E explica...

Ora quem havia de ter voltado ao nosso pequeno mundo: Manuel Maria Carrilho, pois então... Uma série de artigos de jornal para explicar aos pobres cidadãos o que está mal e bem no sistema politico. É claro que vinda de Carrilho, a prosa tem muitos sentidos únicos para o PS, partido a que pertence mas que nem sempre faz muita questão de o ver por lá.
A blogoesfera, mais PS menos PS, acordou e leu com atenção o primeiro texto do ex-ministro, cujo titulo, “A Implosão Partidária”, foi logo transformado no blog “Basfémias” em “A implosão...do PS?”, devidamente interrogada, mas ainda assim...
“Transparece sempre, ao longo do dito texto, a sensação de que Carrilho não pretende mais do que falar sobretudo de e para o seu partido. É da hipotética implosão do PS que se trata, até mesmo porque percebe-se que o pretendido também era dizer "eu bem disse", "eu bem avisei"!”, escreveu PMF.No blog “Grande Loja do Queijo Limiano”, José elenca os candidatos à implosão e publica os nomes de todos os actuais quadros dirigentes do PS! Dá a entender que o artigo é uma manobra de uma facção para desencadear a batalha no Partido. Escreve:
“É preciso mudar para que tudo fique diferente, com os mesmos. Vital, sequencial e em exercício de nunciatura, aproveita para apoiar essa mudança paradoxal”.
Pois justamente Vital Moreira, no blog “Causa Nossa”, dá a razão a Manuel Maria Carrilho: “O alerta sobre os riscos que impendem sobre os partidos, especialmente sobre o PS, não devia ser descartado sem mais. Os sintomas são inequívocos e os remédios devem começar em casa!”
Com Vital e com Carrilho está também Carlos Esperança, no blog “Ponte Europa”: ”Carrilho, diz, é um dos raros intelectuais portugueses que tem densidade cultural e dimensão internacional no campo da filosofia. Pensa a política com rigor e tem a capacidade de antecipar cenários. É demolidor quando, erudito francófono, engloba nos «dissidentes de ocasião» Isaltino, Valentim, Roseta e Carmona. Tem razão ainda quando, como é seu hábito, começa pelo PS”.
Miguel Portas, no seu blog “Sem Muros”, ironiza sobre todo o artigo para rematar:”Não se ria, muito menos sorria, que sagacidade, finura de raciocínio e estratosférica capacidade inventiva nos devem merecer o maior respeito. Como qualquer português ou portuguesa sabe, Carrilho só tem pensamentos profundos e conclusões transcendentes. Se não enxerga, o problema é seu”...
Razão ou não, volto ao começo, isto é, a PMF no “Blasfémias”, porque o remate do seu texto acaba por dar resposta integral ao que Manuel Maria Carrilho publicou:
“Não creio que, pelo menos como ponto de partida, se deva pressupor que uns - os partidos - podem actuar e os outros, todos os outros, podem, quando muito, escrever em blogs, pensar, mas não, de maneira alguma, concorrer em eleições. Este tipo de discurso acaba por ser uma das mais robustas e eficazes defesas do status quo aparelhístico-partidário que - esse sim - destrói mesmo a democracia!”
Polémica lançada, dentro e fora da blogoesfera. Carrilho está de volta, vamos ver se para ficar ou apenas para molhar o bico e voltar a voar para outras paragens mais calmas e filosóficas...
publicado por PRD às 17:38
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds