Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007

Ordem na Ordem

Temos novo bastonário da Ordem dos Advogados - e quem acompanha a blogoesfera percebe que o tema interessou, provavelmente por haver muito advogados que têm blogues. José António Barreiros, por exemplo, tem 14 ou 15, e ele próprio cobriu a campanha. Novo bastonário, então, António Marinho Pinto.
Para ser ver como o tema mexe, foi assunto de post até num blog sobre futebol, o Blog da Bola: “Não tem nada a ver com futebol e muito menos com o clássico de logo à noite. È apenas um advogado que ontem foi eleito bastonário na sua Ordem. Mas é um ponto de referência. É um homem livre e sem medo de se comprometer com a sua opinião. Com a sua eleição abriu-se uma nova porta de esperança para combater o que está mal na justiça portuguesa. Marinho Pinto já mostrou que não tem medo de enfrentar os mais poderosos deste país”.
Vital Moreira, no Causa Nossa, confessa discordâncias e ideias diferente, mas assume a amizade e dá os parabéns. Rui Costa Pinto, no blog Mais Actual, acha que “o novo Bastonário da Ordem dos Advogados merece esta vitória. E pode contribuir para acabar com o caos reinante e a cartelização, mais ou menos admitida, nas relações entre o Estado e os grandes escritórios de Advogados, incluindo os que pertencem à família socialista. Certamente, António Marinho Pinto vai honrar, muito rapidamente, duas das suas principais promessas eleitorais: colocar a fotografia de José Miguel Júdice na galeria dos anteriores Bastonários e publicitar os contratos entre o Estado e alguns advogados, muito poucos, que têm custado ao país uma fortuna obscena”.
Esperemos que sim, a fasquia está elevada como se vê também pelo que escreve Coutinho Ribeiro, no blog Anónimo: “O novo Bastonário avisou, durante a campanha eleitoral, que se dedicaria ao cargo a tempo inteiro, remunerado por isso e sem exercer a advocacia. É uma atitude pioneira”.
E ainda a opinião de João Gonçalves no Portugal dos Pequeninos:
“Fico satisfeito. Não é cortesão. (...) Talvez Marinho Pinto seja um pantomineiro, mas a vida e a "gravitas" da treta que se praticam entre nós precisam de pantomineiros que escapem à terrível "langue de bois" do regime. Nem que de propósito, (...) um suplemento (...) do "Diário Económico" (...) dedicado às sociedades de advogados. Deu para perceber, pelos nomes e pelos retratos, que o "arco constitucional" - PS, PSD e PP - está amplamente misturado nessas sociedades e nesses escritórios de entre os quais, consta, dois ou três "decidem" a vida do regime e do Estado. Se aqueles senhores doutores e senhoras doutoras, com um ar muito bem posto na vida, estão todos a trabalhar para o país, por que é que o país não sai da cepa torta? Para quem, afinal, trabalham aquelas "especialidades" todas?”
Ora bem: a questão que João Gonçalves levanta acaba por ser a esperança que a eleição de Marinho Pinto parece inspirar e trazer: transparência, rigor, alguma verdade, e uma mais justa forma de defender a justiça, passe a propositada redundância. A fasquia está alta, muito alta – vamos ver no que vai dar...
publicado por PRD às 18:52
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds