Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Momento Chavez

Quando há falta de assunto, há sempre um assunto que sobra: Hugo Chavez, o Alberto João Jardim da Venezuela. Não há dia em que o homem não acrescenta um sorriso – ou um grito de raiva – à nossa existência. A ultima vez tinha sido há 3 ou 4 dias, num discurso em que o presidente anunciou, no âmbito de medidas sobre energia, que “Quem diminuir a média de consumo (de electricidade) não pagará o recibo, mas quem aumentar pagará o dobro e se repetir o comportamento no mês seguinte, ficará sem luz”. Recomendou mesmo que os venezuelanos evitassem acender a luz quando acordam de noite para ir à casa de banho. Isso mereceu de LA, no Insurgente, o comentário “se vai à sanita, leve lanterna”: “Na verdade, escrevia LA; nada disto é cómico; é mesmo bastante trágico. Infelizmente, é previsível que o futuro traga males maiores aos venezuelanos. Gostava era que todos os toinos que em Portugal e mundo fora andam há anos a louvar a revolução socialista de Hugo Chavez experimentassem limpar... bom, limpar aquilo que todos sabemos, enquanto seguram uma lanterna”...

Porém, ontem Hugo Chavez voltou a inovar – há uma nova ameaça à revolução socialista da Venezuela e ela chama-se obesidade. «Há muitas pessoas gordas», disse o presidente venezuelano num discurso televisivo citado pelo jornal britânico «The Guardian». Chávez convocou os venezuelanos para uma batalha contra a gordura, dizendo que a revolução precisa deles fortes e em forma. E deu a receita: «Fazer exercícios abdominais e comer bem. É preciso aprender a comer». Nuno Gouveia, no 31 da Armada, lembra que Hugo Chavez “não será propriamente um exemplo de elegância” e acrescenta: “O presidente da Venezuela, herói de alguma esquerda, já nos habituou às suas patetices, e por isso já ninguém estranha este tipo de declarações. Mas causa-me admiração o silêncio de alguns dos seus amigos portugueses. O que será que Mário Soares pensa disto? Será que ainda considera Chavez um exemplo para a esquerda?”.

Na noticia sobre este discurso, nota-se no final uma referência especial às mulheres: Chávez teve o cuidado de não enfrentar as mulheres e referiu-se mais aos «gordos» que às «gordas». «Não estou a falar das mulheres, porque elas nunca ficam gordas... às vezes encorpam», disse ele. No seu blog na revista Veja online, Augusto Nunes chama-lhe, por via das duvidas, “maridão cauteloso”.

De passagem, recordo que Hugo Chavez está na posição 67 na lista dos mais poderosos do mundo da revista Forbes. Tem um português à sua frente, António Guterres, alto comissário das Nações Unidas para os refugiados, na posição 64.

Ou seja, patético ou não, ele existe, manda num país, ameaça jornalistas, e é elogiado por certa esquerda que alimenta o folclore da revolução. Um espectáculo, sem dúvida.

publicado por PRD às 01:02
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds