Segunda-feira, 9 de Novembro de 2009

Uma vitima no altar

Paulo Bento foi o nome que encheu o mundo dos blogues desde sexta-feira. Mas apetece-me começar por alinhar com João Lopes no blog Sound and Vision, porque ele começa justamente por falar de outros meios de comunicação sobre o mesmo tema: “as televisões voltaram a ter aquilo que tanto prezam: uma vítima para sacrificar no seu altar”. A ultima foi o treinador do Sporting. João Lopes acha que o que está em jogo “Não tem a ver com o Sporting (...). Tem a ver, isso sim, com a necessidade de promover "heróis" ou "vítimas" por parte de um sistema de informação que vive, sobretudo, da procura de situações extremas e extremadas: o que conta é a simples e desumana possibilidade de encontrar um alvo preferencial. Não fará sentido dizer que foram as televisões que demitiram Paulo Bento. Mas vale a pena, pelo menos, imaginar o que (não) estaria a acontecer se, nas últimas semanas, ele não tivesse sido tratado como personagem sacrificial de uma ficção apocalíptica”.

A análise de João Lopes dá que pensar e faz sentido. O mundo dos blogues, de alguma maneira, segue esse mesmo eixo da vitima e do herói. Vejamos então: para António Manuel Venda, do Delito de Opinião, “Tudo isto já se esperava (...) Paulo Bento não tinha mesmo condições para continuar. Prejudicou-se a ele próprio por ter ficado tanto tempo (...). Mas mesmo assim não me parece que saia tão mal como isso. Apesar de deixar a equipa num verdadeiro caos”. Pedro Quartin Graça, no Risco Contínuo, prefere destacar palavras do ex-treinador do Sporting para o crucificar de seguida: “Paulo Bento afirmou que o bom início de época encarnada deixou mazelas irreversíveis na formação leonina (...). Sinceramente, quando um treinador não consegue que os seus jogadores se preocupem mais com a sua equipa do que com um adversário isso diz tudo da sua (in)capacidade como líder e a fragilidade psicológica de gestão do plantel”.

Nuno Dias da Silva, apesar de tudo, alarga horizontes e observa também o Presidente do Clube: “Há qualquer coisa que não bate bem neste clube e neste presidente”. Exactamente o mesmo que diz Joel Neto: “Está tudo errado, na verdade: o miserabilismo e a gestão de mercearia, a falta de estratégia e a ausência de horizontes”. E a escolha do treinador que se segue é agora o que conta. Francisco Aragonêz no blog Mesa Redonda acha “que o Sporting irá tentar contratar Domingos Paciência e caso não consiga (...) poderá eventualmente "tentar" Manuel Machado. André Vilas Boas e Manuel Fernandes poderiam ser outros nomes em equação”. No blog Tribo do Futebol escreve-se: “Há, claro, treinadores jovens para os quais vale a pena olhar. A começar por Domingos (...). Ou o antigo "capitão" portista Jorge Costa, que colocou o Olhanense no primeiro escalão. Ou ainda Villas Boas, que parece ter tido um impacto imediato na qualidade do jogo da Académica”.

Curiosamente, e com esta deixa fecho a loja, num blog benfiquista, o Águia de Ouro, encontro um chave inesperada para o que se tem vivido. Escreve António Pista: “Paulo Bento, que um dia treinará o Benfica”... E deseja-lhe uma “muito boa sorte no futuro”. Desta não estava à espera. E por aqui me fico.

publicado por PRD às 00:52
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds