Sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

Macau

2009, entre muitas outras efemérides e datas para assnalar, tem uma que diz muito aos portugueses: há 10 anos, em Dezembro, Macau tornou-se uma Região Administrativa Especial da República Popular da China e deixou de ser administrado por Portugal.

Na verdade, os macaenses nunca deixaram de usar a sua língua, os seus costumes, e os portugueses nunca forçaram mais do que uma convivência educada.

Bom, 10 anos volvidos, Macau continua a ter um bocadinho de Portugal lá dentro – e a tecnologia ajuda, e o mundo dos blogues quase que pede.

Por isso hoje, no meu destaque da semana, trago não um mas dois blogues, ambos sediados em Macau, mas ambos de autoria de portugueses a residir no território.

Comecemos por BAIRRO DO ORIENTE, que fica em bairrodooriente.blogspot.com. Diz-se “Um blogue de Macau, sobre Macau”, e neste final de ano chega aos dois anos de vida. O que me interessou neste blogue é que ele mistura de forma muito consistente o universo de um português – que assina Leocardo – em Macau, com a observação de um português no mundo, e de um português que também não se desliga do seu país. É um três em um onde, além do óbvio, se podem ficar a saber coisas sobre como se convive entre civilizações num mesmo ambiente. Esta semana, por exemplo, Leocardo conta que, “Sendo pai de dois miúdos macaenses, considero-me em posição privilegiada de notar alguns comportamentos interessantes no que toca à convivência deles com o lado chinês da família”, isto é, os primos. Fala de “um verdadeiro “clash” entre a cultura do chá e a cultura do chouriço assado”: “O que mais nos surpreende é provavelmente a forma passiva como eles, os chineses, reagem a certas injustiças, ou o modo muito "zen" com que aceitam certas fatalidades como "inevitabilidades do destino". Ou ainda a forma como evitam a afeição ou o contacto físico com quem conhecem mal. Para nós os "amigalhaços" e as suas fêmeas são corridos a abraços e beijinhos, coisa que eles abominam. É aquilo que muita vez chamamos "sangue de barata".

E vai por aí fora, numa longa viagem pelas semelhanças e diferenças. O outro blog que destaco chama-se Hotel Macau, fica em hotelmacau.wordpress.com, é assinado por El Comandante Under, nasceu em 2008 e o autor é um português recente em Macau. No seu primeiro post, conta mesmo que “Até agora tudo tem corrido bem, pois a adaptação tem sido fácil e fui bem recebido por terras macaenses. A fúria consumista que se vive por estas bandas é impressionante  bem como a enorme massa de população emigrante de diversas proveniências como Filipinas, Indonésia, Vietname, Russia etc… Toda a economia no territorio gira em volta do jogo que aqui atinge proporções inacreditáveis”.

O Hotel Macau tem o interesse que pode ter um blog de um português emigrado – no sentido em que ele se dedica mais a Portugal do que Macau, e na maioria dos posts sobre o território limita o seu olhar ao lugar-comum.

Ou seja: por razões opostas, Bairro do Oriente e Hotel Macau são blogues que vale a pena seguir. Neste ano por causa dos 10 anos – no dia a dia, para quem quer ir cheirando na blogoesfera o perfume que vem de outros cantos do mundo, e em língua portuguesa.

publicado por PRD às 03:30
link do post | comentar
1 comentário:
De Aguia de Ouro a 21 de Dezembro de 2009 às 13:18
Newsletter Semanal #3

Blog Águia de Ouro

Excelente vitória sobre o FC Porto, tendo César Peixoto sido considerado pelo blog o melhor em campo, concorda?
Nesta semana uma análise detalhada sobre a primeira metade da época e as festas natalícias em destaque...

Posts Anteriores:

- Raça de Campeão
- A antevisão do clássico: análise do Ataque
- Analisando... Perspectivando...
- A antevisão do clássico: análise do Meio-Campo
- Deitando um olhar pla Costa do Marfim
- A antevisão do clássico: análise da Defesa
- A antevisão do clássico: análise dos GR

http://aguia-de-ouro.blogspot.com


Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds