Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

PSD em chamas (Parte II)

Segundo dia que dedico ao PSD e ao momento difícil que atravessa. Amanhã há finalmente eleições, mas na verdade ninguém pode garantir que a liderança do Partido fique segura e firme no fim deste processo.
Na blgoesfera, o debate que começou muito centrado nas diferenças entre Marques Mendes e Luís Filipe Menezes, alastrou e alargou-se até à crise dos partidos, implosão ou não...
Tomás Vasques, por exemplo, no blog “Hoje há Conquilhas”, recupera um texto de Pedro Correia: «O PSD – este PSD – acabou. E ainda bem». Foi isto que Pedro escreveu. Tomás Vasques pergunta então: “A questão que paira no ar, ao aceitar esta mortífera conclusão, é a de saber de onde renascerá o novo PSD. Ou será que o PS se irá dividir para, uma parte, ocupar o espaço político, reformista e eleitoral do PSD; e outra parte ocupar o espaço da «esquerda democrática» vocacionada para acordos com o PCP e o BE? A paz dos cemitérios permanecerá ainda mais tempo ou vem aí um grande furacão?”
João Villalobos, no “Corta-Fitas”, entra pelo furacão dentro a afirma:
“O PSD acabou porque já não é o que era, muito menos o que pode vir a ser.
O PS acabou porque agora é de direita e se afastou dos militantes de esquerda.
O CDS-PP acabou porque não tem quadros dirigentes nem descola nas sondagens e nos votos”
E vai por aí fora: O PCP acabou, O Bloco de esquerda idem...
“Em suma, os partidos políticos estão todos a dar o seu último suspiro. A democracia foi chão que deu uvas (olhem para a abstenção a crescer) e o que vem aí sabe-se lá, que a malta não está cá para clarividências. Está bem. Então prontos. Venha daí o dilúvio. Os partidos não sabem nadar, Iô!”
Frases soltas não faltam: “O PSD caminha alegremente para o abismo”, escreve
Pedro Morgado no blog “Avenida Central”
João Gonçalves pergunta no “Portugal dos Pequeninos”: “Como é que um partido que obteve as maiores "maiorias" da história destes anos democráticos pode ter chegado a este patamar de indignidade, de incivilidade e de falta de decoro que o empurra perigosamente para a irrelevância?”
No meio do ruído que a crise provoca, há sempre um momento sensato que se pode encontrar. É no blog “Causa Nossa” que o encontro. Vital Moreira avança uma tese inédita mas que merece reflexão, e que resulta justamente destes dias de brasa:
“Dado o papel político dos partidos, escreve, entendo que as eleições partidárias deveriam estar sujeitas às mesmas garantias de transparência e de imparcialidade das eleições dos órgãos do poder político, quanto a financiamento dos candidatos, organização dos cadernos eleitorais, operações de escrutínio e apuramento de resultados, etc.”
Em dois dias consecutivos, PSD, Menezes, Mendes, a crise dos Partidos, tudo pairou sobre os bloggers e a blogoesfera. Amanhã há eleições directas no PSD, logo veremos como serão os próximos capítulos desta novela.
publicado por PRD às 18:55
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds