Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Campanha Eleitoral (III)

Continuando a olhar a campanha eleitoral através das janelas que se abrem no mundo dos blogues, vale a pena parar um bocadinhos nos 3 mega-blogues colectivos criados especificamente para este período eleitoral. O Simplex é um blog de apoio ao Partido Socialista que reúne gente do partido mas também muitos independentes: “homens e mulheres, jovens e menos jovens, gente consagrada e por consagrar, gente divertida e sisuda, oriunda das mais diversas áreas profissionais e políticas, sem outra afinidade que não uma declaração de voto comum: nas próximas eleições legislativas vamos todos votar no Partido Socialista”.

Há depois o Jamais, e apoio ao PSD, que se define pelo popular Jamais do ministro Lino, “Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista”.

E há ainda o Rua Direita, que apoia o CDS e que afirma “Esta rua não é uma federação dos bloggers do CDS devidamente apadrinhada por dirigentes do CDS. É uma rua de eleitores que aqui chega por vontade própria. Aliás, a maior parte de nós não tem sequer qualquer ligação institucional ao CDS e apresenta-se pela primeira vez na blogosfera como votante neste partido”.

Ora bem: os 3 blogues, que reúnem nomes relevantes, de João Gonçalves a Inez Dentinho, de Eduardo Pitta a Pacheco Pereira, de Miguel Vale de Almeida a Vasco Graça Moura, de Leonel Moura a Paulo Rangel, enfim – nomes que obviamente enriquecem qualquer blog ou site ou mesmo jornal... pois bem, estes nome acabam asfixiados pelo sectarismo a que os blogues não conseguem resistir.

Na verdade, lê-se com gosto o Eduardo Pitta no seu blog Da Literatura, onde escreve muito sobre politica. Mas o mesmo texto, integrado no blog colectivo, perde força, relevância e interesse.

Se as ideias destes blogues era apenas ocupar espaço mediático e marcar o dia a dia da campanha, tudo bem – mas se a ideia era ir mais longe, promover o amplo debate das grandes questões que diferenciam os partidos, promover um diálogo rico entre esquerda e direita, então paciência: o processo não passa pelos blogues de apoio a este ou aquele partido ou candidato.

Ontem, no blog Rua Direita, Francisco de Almeida fazia o balanço dos debates na televisão e escrevia: “Fico preocupado com a aparente ausência de rumo para o futuro deste país. Os mais importantes candidatos ao cargo parecem não conseguir delinear uma estratégia clara que permita a Portugal romper com o distanciamento face aos congéneres Europeus, e entrar decisivamente na Europa do século XXI”.

Ora, eu fico preocupado é quando entro num blog e em vez de pessoas encontro chavões e frases-feitas. Assim, mais vale entregar isso mesmo aos partidos, e deixar o debate correr onde ele corre melhor: entre blogues que nasceram independentes de qualquer timming eleitoral. Aliás, essa é a natureza da blogoesfera – e assim será, em Outubro, logo que esta maratona termine. E faltam 11 dias para as eleições.

 

publicado por PRD às 18:56
link do post | comentar
3 comentários:
De Aguia de Ouro a 23 de Setembro de 2009 às 21:46
Quando acabar esta série de programas sobre a campanha, não deixe de passar no meu blogue, e verá que tem material de análise!

Obrigado pela promoção da blogosfera na maior rádio nacional!

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/


De helena carvalho a 25 de Setembro de 2009 às 18:18
Olá Pedro Raul Duarte acerca das eleições e dos candidatos li um texto que achei delicioso. Trata-se de uma analogia entre 5 candidatos dos principais partidos e os namoros/flirts na adolescencia!!!
aconselho vivamente...

o blog é:
http://quemtemandaati.blogspot.com

de rir!!!


De António Pista a 27 de Outubro de 2009 às 14:46
Com a euforia à volta do Benfica, cresce também a euforia e o prazer ao escrever no Águia de Ouro. Quando voltar a actualizar os blogues diários e da semana da Janela Indiscreta para o blog, não deixe de dar uma "saltada" ao Águia de Ouro.

Obrigado.

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/


Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds