Sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Blog da Semana: Léxico Familiar

Às vezes esquecemo-nos de que um blog é um pouco como um quarto: individual, tem uma porta que abrimos a quem queremos, mas é exactamente à nossa medida, ao nosso gosto. E foi pensando nesta ideia mais individual, pessoal, de blog, que cheguei à minha escolha da semana. Ela reflecte efectivamente a personalidade do seu autor, que tanto é comentador sério de assuntos sérios na rádio e na televisão como depois é o verdadeiro militante do surf.

Falo-vos de Pedro Adão e Silva, professor universitário no Iscte, doutorado em ciência política no Instituto Universitário Europeu de Florença, cronista do Diário Económico, comentador da RTP-N. Adão e Silva é também um melómano inveterado e um surfista há mais de 20 anos. Escreve ainda sobre surf, mensalmente, na revista Surf Portugal. Publicou ha pouco tempo o livro “Sal na Terra”, onde reúne textos sobre surf: “textos que procuram (...) utilizar o sal como elemento de ligação do surf com o resto da vida, lançando um olhar para as coisas quotidianas que parte da experiência do surf. Ou seja, a um tempo, exploram o "tempero" que o surf acrescenta às vidas e olham para as coisas que não são necessariamente do surf, como se dele se tratassem. à terra”.

Pedro Adão e Silva, depois de colaborar em inúmeros blogs, do Canhoto ao Quase Famosos, passando pelo país relativo e o Ondas, tem agora o seu espaço pessoal, Léxico Familiar, que fica em lexico-familiar.blogspot.com.

E ali temos um blog que é efectivamente o quarto pessoal do seu autor: aos vídeos musicais junta-se reflexão politica e económica, aqui e ali uma referência ao mar, ao surf, e tudo num registo absolutamente tranquilo, como se todas as vidas que há na vida de Pedro Adão e Silva convivessem sem confronto nem sobressalto.

E para vos deixar um pouco do seu talento, aqui fica um post recente que dá que pensar e que é politicamente incorrecto:

“Para quem investiu numa licenciatura, o desemprego ou um emprego desajustado às suas qualificações gere um sério problema de gestão de expectativas. Ainda assim, por muito que isso frustre as expectativas dos próprios, colectivamente temos a ganhar se mesmo profissões que tradicionalmente não requerem licenciaturas forem desempenhadas por licenciados. É uma situação difícil de gerir para quem a vive, mas, por exemplo, um taxista licenciado em direito desempenhará melhor a sua profissão do que um taxista com problemas de literacia ou incapacidade de falar línguas estrangeiras e ter uma licenciatura ajudará, certamente, a que tenha expectativas realistas de mobilidade profissional. O problema não é haver muitos juristas, é continuarmos a pensar que todos os juristas vão ser advogados ou juízes”.

É assim Pedro Adão e Silva, o seu Léxico Familiar é o meu blog da semana.

publicado por PRD às 17:22
link do post | comentar
7 comentários:
De António Pista a 27 de Julho de 2009 às 22:23
Boa noite Pedro.

Seria possível enviar-me o ficheiro mp3 ou wma dos seguintes programas para o e-mail:

Quarta-feira, 4 de Março de 2009

Quarta-feira, 4 de Fevereiro de 2009

Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

Pois o meu blog é referido, e estas versões já não estão disponíveis no site da Antena1.

Os restantes programas já efectuei download.

Obrigado.


De Mírtilo MR a 31 de Julho de 2009 às 23:25
Concordo em que um blog(ue) (mais tarde ou mais cedo terá de ser aportuguesado para blogue) é mais ou menos como um quarto individual (se lá «morar», viver virtualmente, apenas uma pessoa), quarto esse que se pode abrir apenas a quem quisermos. Acho bem a escolha da semana, que deve realmente premiar quem mereça, pelo trabalho desenvolvido ou pela singularidade do trabalho.E o Prof. Pedro Adão e Silva é merecedor de tal distinção, pela diversidade ocupacional do seu tempo, dentro da cultura e do desporto.
Quanto à hipótese de licenciados desempenharem em muitos casos melhor uma função ou profissão que outros indivíduos não licenciados, aceita-se de uma forma geral, embora com algumas objecções ou dúvidas em certos casos, tanto no que respeita ao desempenho propriamente dito como pelo facto de depois os não licenciados, que são a maioria dos trabalhadores, poderem ficar, muitos deles, sem trabalho, além de que, em consequência disso, a escolaridade obrigatória, sabe-se lá ..., poderia, muito mais depressa do que será a tendência futura, ir para a licenciatura dentro de alguns anos.

Os meus cumprimentos.
Mírtilo


De JS Teixeira a 4 de Agosto de 2009 às 20:20
Isaltino Morais: 7 anos de prisão. Finalmente fez-se justiça! Vejam algumas comparações no blogue O Flamingo (http://o-flamingo.blogspot.com/).


De magnohlia a 11 de Agosto de 2009 às 21:26
Ai que letra tão miudinha.


De Aguia de Ouro a 4 de Setembro de 2009 às 17:27
O regresso de um Benfica demolidor e do Águia de Ouro marcam a actualidade blosférica...

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/ (http://aguia-de-ouro.blogspot.com/)


De Maria Ramalho a 9 de Setembro de 2009 às 01:30
Penso que Adão e Silva está a nivelar "por baixo", quanto a mim, pois defendo o inverso: quem grama ser taxista, deverá aprender línguas e a historia do local onde exerce a sua profissão, por ex.

Não vão cair parentes na lama , como uso dizer-se , se de facto qquer licenciado efectuar qquer trabalho seja ele agrícola , por ex, mas de facto cairão se os parentes ajudaram ao alcance de o próprio ser licenciado. Tanto esforço de todos para quê?

Entendo que este GRAVÍSSIMO problema de tantos e tantos jovens sem perspectiva de futuro, se relaciona , com a falta de empregabilidade pela não criação de empresas, dado estas terem Patronato sem visão e que adora o titulo de patrão.!! Não investe em novas formas de produção/inovação adora mandar sem saber bem, e detesta quem os confronte com novas perspectivas e sobretudo adora que entre pares se gere 1 forma de bullyng !!! .Cria pica para o mandante, só pode. Empobrece e apenas o País que é o que agora está tão notorio

Daí tem sido ao longo de anos o que tantos licenciados se debatem e se confrontam.
Terá de existir uma nova forma de cada um trabalhar.
Esfolam-se horas e horas e a vida escoa-se sem sentido a bem de uma produtividade, onde até somos super baixos em termos de media europeia. Então vamos lá ver onde estará o problema, acho eu, entre tantos problemas que quer licenciado e mesmo aquele que não o é, se confronta. Contextualizar e alterar.
Conclusão que tiro da nossa sociedade civil :promove-se a emigração, promove-se o yes-man do patrão, ou então bora guiar um táxi e dar à rodela o dia inteiro com uns trocos linguísticos , não é?

Bahhhh
Maria Ramalho




De zuogmi a 13 de Setembro de 2009 às 12:52


vá, toca a escolher o meu belogue como belogue da smana qeuprsiz dpublicidad

obriga dinhos e bei jinhos ó rolo



Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds