Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Blog da Semana : Gripe A

Já esperava que começasse esta outra febre ei-la na blogoesfera: a gripe A, informação, noticias, evoluções. Com graça, no blog que já aqui destaquei “Médico Explica Medicina a Intelectuais”, num post recente o autor perguntava: “Porquê este novo súbito interesse neste blogue?”. A resposta talvez esteja no próprio mote do blog: "Tanto dislate se ouve e lê, por vezes publicado inconscientemente, que decidi esclarecer quem me procurar, para que os jornalistas (e outros intelectuais!) sejam um meio para os 'media' fomentarem a literacia científica.".

Ora agora é que precisamos bem dela, em face de uma pandemia que não para de crescer. E da minha busca, bom, tanto quanto percebi, trago aqui o primeiro blog exclusivamente dedicado á Gripe A. Abriu no passado dia 6, diz pretender “ser um blog com informações actualizadas acerca da gripe A  e sua evolução no mundo, formas de contágio, cuidados, numero de casos”.

Tem alguns separadores para informação prática, destaco aqui, a titulo meramente preventivo, o separador dedicado aos sintomas da gripe A provocada pelo vírus H5N1. E são os seguites : Febres altas de inicio súbito, superiores a 38ºc; Tosse frequente e intensa; Cefaleias, Falta de apetite, Congestionamento nasal, Mal estar geral e dores na articulações, Vómitos ou diarreia. Neste caso, claro que o ideal é contactar a Linha Saúde 24 ou o seu médico.

Mas voltemos ao blog, que se encontra em gripea.blog.xoose.pt. Nesta fase inicial, parece mais um muro de informações e menos um blog. O ultimo post diz que “A Ministra da saúde anunciou mais 6 casos de Pessoas infectadas com o Vírús H5N1 responsável pela Gripe A levando a que Portugal ultrapasse a barreira dos 100 casos de gripe A. (...) Este vírus está imparável e atinge também os mais novos e adultos e não apenas Idosos debilitados por isso não se pense que só acontece aos outros. Portanto, caso suspeite de estar infectado seja consciente e não saia de casa contacte antes a Linha de sáude 24”.

Do ponto de vista do utilizador, é um blog pobre, sem grandes recursos, nem parece ainda devidamente pensado para abordar esta delicada, cada vez mais delicada temática.

Claro que não vão tardar mais iniciativas destas, porque a vontade de partilhar informação é grande, e o tema só pode vir a ganhar expressão nos próximos meses.

Para já, fica então o destaque e escolha da semana por ser o primeiro, este gripe A – o que não exclui, claro, uma visita regular ao site do ministério da saúde onde a informação é actualizada permanentemente. Dentro do sire www.min-saude.pt, há uma entrada especial para a gripe A que inclui os comunicados do Ministérios, os dados actualizados, as recomendações essenciais. 

Seguna-feira a Janela volta a abrir, evitando as correntes de ar que podem confundir uma constipação com o pior...

publicado por PRD às 00:16
link do post | comentar
3 comentários:
De Babuíno a 23 de Setembro de 2009 às 15:35
Se me permite a correcção o vírus da Gripe A não é o H5N1 , mas sim o H1N1 .
Também eu tenho um blog sobre a Gripe A onde tento uma perspectiva diferente, tentando fugir um pouco ás noticias e falando sobre aquilo que as pessoas querem saber.
Já visitei o blog em questão e gostei bastante do design, nessa parte sou muito fraquinho :(
O endereço do meu blog é:
a-gripe-a.blogs.sapo.pt
Sem querer abusar, gostava de saber a sua opinião, o meu mail : abelomsantos@sapo.pt.
Obrigado


De ana a 5 de Novembro de 2009 às 01:36
Terça feira, 01h40 da madrugada, acordo a meio da noite com a filha a chorar e a dizer que está a sentir-se mal, a ferver, que sente que vai cair, olho para o lado e vejo-a de pijama, abraço-a e vejo que a minha filha arde em febre: 39,2 são segundos até percebermos que aquela tosse as dores de cabeça e garganta que durante a semana foram constantes e o pedido do dia anterior para não ir á escola, se chamam gripe, qual não sabemos, mas imaginamos... liga-se para a linha saúde 24, depois do inquérito encaminham-nos para o hospital, escolhemos a Estefânia (pelo menos tem um bloco só de gripe infantil), chegamos cerca das 2h30, muitas máscaras, montes de crianças, deitadas pelos colos das mães e pais que transpiram medo, só se ouvem reclamações pelo tempo que parece infinito nesta espera até seres atendido, tosse e choro de crianças cansadas, fazem-nos o rastreio e passamos à espera, 2h30 , finalmente somos atendidos, "só um dos acompanhantes"... pai não entra (nunca compreenderei isto...) fomos muito bem atendidos, médicos cansados mas carinhosos e atenciosos, ali não há estagiários, diagnostico gripe A.

Receitam tamiflu , hibernar em casa, tomar as devidas precauções e estarmos atentos a qualquer sintoma de pioras; chegamos a casa as 05h30, cansados, preocupados e com a filha ao colo estenuada e com gripe confirmada ... fico colada a ela toda a noite, amo-a tanto...entre toalhas molhadas espalhadas pelo corpo, brufen, e termómetros, garrafas de água, muitos beijos e abraços, sem máscaras claro, que o amor não concebe isso.

Acordamos às 9h30, pai mãe e filha, voltamos a Estefânia para levantar o Tamiflu e seguimos para um laboratorio particular para fazermos nova análise, pois tendo em conta que a análise que segue da Estefânia para o Inst..Ricardo Jorge só estará pronta 5 ,6 dias depois... (não se pensa duas vezes, quanto mais cedo tivermos a certeza melhor) voltamos ao final da manhã para casa, o amor de uma mãe parece infinito, arranjamos forças para fazer todas as comidinhas possiveis por forma a que coma, mudamos os pijamas vezes sem conta, milhoes de abraços e beijos e os olhos da nossa filha a pedir ajuda constante, a febre violenta volta, de 3 em 3 horas, a tosse interminhável, nos intervalos, ligamos ao pediatra, aos amigos com filhos, aos amigos da Beatriz (á familia ainda não dizemos nada pois à que poupá-los, até porque só teremos confirmação se é gripe A no dia seguinte).
Às 22h00 voltamos á Estefânia, a Beatriz tem mais tosse e parece ter falta de ar, levamos uma mochila térmica com remédios e uma muda roupa pois não sabemos quando voltamos, o cenário é ainda pior que na madrugada anterior, parecemme ser mais de cem as crianças que vejo, pais a perder de vista e... 3 médicos.
A Beatriz faz parte do grupo de crianças com prieoridade, novo rastreio e 2 horas depois é atendida, bem atendida: oxigenio ok, tensão arterial ok, pulmões limpos, equilibrio ok, check up completo, ... "é assim mesmo", diz-me a medica experiente, desgastante e violento este virus, pode deixar as crianças de rastos e a febre pode durar até 5 dias a febre (inimaginável) ...chegamos a casa à meia-noite, deitamo-nos cansados mas mais tranquilos, 00:20 segunda toma de Tamiflu, nesta noite não houve mais febre, dormimos abraçadas, a minha mão sempre na testa da minha filha, pareço um cão de guarda, ouço-a dizer ao longo da noite, sempre que sente a minha mão e lh dou água para beber, ADORO-TE MAE, esqueço-me do cansaço e sorriu no escuro, abraço-a e encho-a de beijos e festas, adormeçemos mais umas horas, acordo mais feliz porque não houve febrão, vejo que está melhor, a tosse diminuiu e o apetite voltou...

Finalmente chega o resultado, 11h00 da manhã POSITIVO... é preciso fazer dezenas de telefonemas, escola, familia (finalmente), amigos, pediatra e emprego.

Informam-me do emprego que não posso lá ir, nem pensar... parece que de um momento para o outro tenho (eu ?!) uma doença da pior espécie ... dispenso empregada e começo a fascina, limpar e lavar 3 casas de banho, cozinha, aspirar a casa toda, mudar camas, arejar colchões e lavar tudo o que é possivel, 4 maquinas de roupa,


De ana a 5 de Novembro de 2009 às 01:39
cont .)uma filha a pedir mimo e atenção uma mãe estafada, olho-me ao espelho e vejo que estou horrível , nem um cremezinho na cara, percebo que nem me penteei, ... são 18hoo , a minha filha continua a melhorar... abraço o pai e sentimos que o pior já passou, a Beatriz pede-me que faça um bolo de laranja, o pai (um pai e marido extraordinário) pede mousse de chocolate e eu sinto-me feliz.. combinamos jogar ao monopólio depois de jantar.
O amor dá-nos uma energia que desconhecemos, por um filho fazemos a maratona quantas vezes for preciso e ainda sorrimos... a isto chama-se ser MAE.


... o que ninguém disse sobre a gripe...


Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds