Terça-feira, 23 de Junho de 2009

É a economia, estúpido...

Falemos de dinheiro, falemos de economia – e comecemos com humor, num post intitulado Aritmética difícil. Ana Vidal, no Delito de Opinião, estava a ver o Prós e Contras e sublinhou o frase do Ministro da Economia Manuel Pinho: "O grande desafio para Portugal, nos próximos anos, são dois.". Pergunta Ana: “Quando será que o PS aprende a fazer contas??” Ainda sobre Pinho, João Carvalho também estava a ver o programa e acha que ele é mesmo “o ministro de quem se fala. Nem sempre bem, é verdade, mas isso são as injustiças do mundo. Quando a crise ia começar e ele disse que a crise já tinha passado, acham que ele não sabia disso? Puro engano. O ainda ministro da Economia é um visionário, um homem muito para lá deste tempo. Ele já vai no ano 2012. Manuel Pinho é um incompreendido por ser um homem muito à frente”.

Sobre a crise, Pinho não voltou a falar - já sobre Obras Publicas, bom, entre ele e Mário Lino, o Governo patinou meses a fio... Escreve Rodrigo Adão da Fonseca no blog Insurgente: “Depois de mais de dois anos de persistência – e tudo começou por ser posto em causa na blogosfera – o Governo optou por adiar as grandes obras. No fim-de-semana, assistimos à publicação de um manifesto promovido por 28 economistas, e à capitulação pública de Mário Lino. À esquerda argumenta-se – “quem são estes 28 economistas?” – apontam-se-lhes “agendas escondidas“, há quem ponha em causa a sua credibilidade. Certo é que, actualmente, não há nenhum economista de renome que seja capaz de, consistente e abertamente, defender as supostas obras do Regime. (...) Eu, cá para mim, de há muito que defendo uma alternativa: deixem o dinheiro no bolso dos portugueses. Fica lá tão bem”.

Este grupo dos 28 economistas tem sido tema de debate também. Nos Blasfémias, LR acha que tem “carradas de razão no diagnóstico. Na terapêutica, permanece a visão puramente tecnocrática: mais estudos, cujo efeito prático se limita, geralmente, ao enriquecimento dos consultores. Ou seja, não há uma recusa liminar e definitiva dos mega-projectos. Lamento porém que só tenham acordado agora para o problema (com algumas honrosas excepções, designadamente Rui Moreira, Medina Carreira e Campos e Cunha)”. Exactamente no mesmo sentido vai Tomás Vasques que cita mesmo Augusto Mateus: «Esta tomada de posição tenta apenas "destravar" um país que queria fazer investimentos sem estudos», e foi acrescentando, para que não hajam dúvidas, que o novo aeroporto é uma prioridade.

Talvez por isso, Carlos Santos, no Câmara de Comuns, diz que o “documento é vocacionado para a resolução dos estrangulamentos da economia portuguesa a médio / longo prazo”, Mas ele sente a urgência de uma “gestão política de conjuntura”, e (...) essa é keynesiana e tem de passar, neste tipo de crise por um endividamento público superior ao normal. (...) No curto prazo há uma opção estrutural entre défice e desemprego e as opções de PS e PSD nessa matéria parecem claras. No longo prazo, para onde o documento está vocacionado, eu percebo que não haja. Mas convinha não morrermos de fome antes”.

Como dizia o outro: é a economia, estúpido...

 

publicado por PRD às 00:14
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds