Terça-feira, 9 de Junho de 2009

Eleições (II)

Segundo olhar sobre as eleições de domingo, vale a pena reter outras ideias que saem do mundo dos blogues, por exemplo esta, que parece esquecida: as empresas de sondagens foram derrotadas no domingo, falharam ao longo de semanas as previsões sobre os resultados. Tiago Moreira Ramalho, no corta-fitas, diz mesmo que “não se acredite nunca mais em sondagens. As sondagens, que tinham uma marca de credibilidade (...), falharam redondamente e todos sabemos que as sondagens afectam directamente as intenções de voto”. Paulo Pinto Mascarenhas, no ABC do PPM, concorda: “Ganham todos menos o PS, as sondagens e os comentadores políticos”.

Outra relevância colocada em segundo plano é que estas eleições, sendo europeias, se realizaram em todos os países da União nos últimos dias. Sofia Loureiro dos Santos, no Defender o Quadrado, deixa um olhar sobre esse facto: “Parece que os líderes de direita se aguentaram - Sarkozy e Merkel. Rajoy, Manuela Ferreira Leite e os conservadores ingleses ganharam. A Europa vira à direita em tempos de profunda crise financeira e social. Dá que pensar”.

Pois dá – como dá que pensar o que pode o PSD fazer agora para capitalizar a vitória de domingo. Rui Albuquerque, no Insurgente, é claro: “Se quiser ganhar as próximas legislativas, o pior que o PSD poderá fazer é não perceber que este resultado pertence, quase por inteiro, a Paulo Rangel e ao que ele representou, e não tanto ao partido, que verdadeiramente não o merece. Os portugueses, como qualquer eleitorado do mundo, quando estão descontentes com um governo querem mudar de política e de políticos. Não basta, por isso, oferecer-lhes palavras. Há que oferecer protagonistas novos e credíveis. Foi assim que o PSD ganhou com Cavaco há vinte anos, que ganhou agora com Paulo Rangel, e que terá que continuar a fazer para ganhar as próximas eleições legislativas”. Já Filipe de Arede Nunes, no Risco Contínuo, é claro na recomendação contrária: “Foi Vital Moreira - embora tenha sido bem ajudado por Sócrates - quem perdeu estas eleições no PS. (...) Vital Moreira foi um erro de escolha por parte de José Sócrates”.

Por falar em desastres, escreve André Abrantes Amaral que “Desastre é os comunistas terem mais de 20%”: “Francisco Louçã, diz ele, fala de um desastre económico. Prefiro referir-me ao desastre cultural que é termos dois partidos de extrema-esquerda a somar mais de 20% dos votos. Na verdade, ainda estamos a pagar muito caro o atraso que o Estado Novo nos impôs”.

Sem querer, este post um pouco estapafúrdio leva-me a Laurinda Alves e ao seu blog, agora que se sabe que não foi eleita: “Mais de cinquenta mil votos de confiança e a certeza de que é preciso começar pelo princípio enchem-me de certezas e de confiança. Passem todas as redundâncias, quero agradecer aqui toda a alegria e entusiasmo que senti neste tempo exigente e desafiador e continuo a sentir agora. Obrigada a todos a a cada um”. Laurinda é sempre esta imagem positiva, optimista, com futuro anunciado. A politica também pode ser feita assim. E não apenas de vitórias e derrotas. Agora vêm aí feriados e descanso, deixemos a cabeça a pensar nisto. E depois logo se vê, à portuguesa.

publicado por PRD às 01:47
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds