Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

Eleições europeias, parte 1

Vamos então começar a olhar as eleições europeias, agora que a campanha começa a aquecer, ainda que o entusiasmo dos eleitores se não sinta por aí muito forte.

Sou tentado a concordar com Ana Cláudia Vicente no Delito de Opinião quando escreve: “Tenho  visto alguns debates, lido algumas entrevistas e reportagens, mas para lá das habituais palavras de ordem e desta fixação  oportunista e centrífuga nas questões da governação nacional, estou para saber o que pretendem aprovar ou reprovar os candidatos a parlamentares europeus durante os próximos cinco anos”. E humildemente pergunta: “afinal  a partir de que dia da campanha  passaremos a conhecer alguma coisa em concreto do que pretendem fazer os candidatos ao Parlamento Europeu?”. Eis uma pergunta que também me ocorre, assim como a citação oportuna de Mário de Carvalho: “era bom que  trocássemos umas ideias sobre assunto. Ainda vamos a tempo”.

Navegando por pontos diversos desta campanha, noto que Laurinda Alves transformou o seu blog em sede de campanha. Ontem mesmo falava sobre o financiamento do Movimento Esperança Portugal: “O MEP, escreve, não recebe um único cêntimo do Estado e para dizer que eu própria não ganho dinheiro nenhum. Sou apenas uma entre milhares que contribuem para a existência deste novo partido com trabalho, empenho e muita alegria”. E de seguida publica já as contas da campanha, o preço do autocarro, e até os 45 mil euros gastos em cartazes de rua... Tudo no blog, tudo transparente.

Falando dos pequenos partidos, Pedro Correia anda a ler os programas dos diversos concorrentes. Dá para rir, por exemplo, a síntese das propostas do Partido Operário de Unidade Socialista:

“- Proibição de todo e qualquer despedimento

- Renacionalização dos bancos e todos os outros sectores estratégicos da economia

- Ruptura com a União Europeia

- Construção das bases de uma União Livre das Nações Soberanas de toda a Europa”.

Comenta Pedro com graça: “O POUS enganou-se de ano. Estamos em 2009, não em 1975”.

Aliás, e já que ando por anos idos, aterro no Canal memória que Bernardo Pires de Lima escreve no blog União de Facto:

“Lembro-me bem quando o Dr. Cavaco andava em campanha eleitoral para chefe de governo e as ruas eram inundadas de propaganda laranja. Nessa altura havia até uns autocolantes por todo o lado com a cara do actual presidente. Na altura, o país devia ter muito, mas muito dinheiro, para estas práticas. Hoje, o Dr. Cavaco apela à contenção na campanha. Podia ter apelado à mesma quando no país entravam milhões por dia. Não o fez. Agora acho que já não o levo a sério”.

É o começo da campanha, ainda dispersa no mundo dos blogues. Leio no entanto, via Vasco Campilho no 31 da Arma,a que Paulo Querido, um dos observadores militantes deste universo, que "o PSD está a ter melhor blogosfera". É a Geração Maizena, diz Campilho, que nota que “Do lado socialista, não há geração Maizena”. Mas fala de uma “geração boyseana”. Com muitos boys e presumivelmente muitos jobs. A primeira troca de galhardetes. Daqui até ao dia 7 a coisa promete aquecer e eu cá estou para ver...

publicado por PRD às 01:33
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds