Terça-feira, 26 de Maio de 2009

A festa do FC Porto

Vamos então ao futebol, ou melhor, ao balanço da época, que terminou no fim-de-semana. Bem escreveu Elisabete Proença citada por José Nunes no blog Linha Avançada: «A festa do FC Porto é como a Páscoa. Acontece todos os anos, só não se sabe em que semana». No domingo foi a segunda volta da festa, e o percurso entre a Ribeira e a Avenida dos Aliados constituiu a chamada “Via Tetra”, que motivou o elogio de João Saraiva no blog Reflexão Portista: “É verdade que a varanda do Dragão é na nossa casa, e festejando ali estávamos a festejar em casa, em família, que é bonito, mas acho que é curto. As nossas vitórias mais que vitórias do Futebol Clube do Porto, são vitórias do Porto. E festejar na baixa é partilhar a vitória com a cidade. É extender a nossa matriz desportiva à nossa matriz social”.

Assim foi realmente. A norte festeja-se, em Lisboa nem por isso: “um frustrante terceiro lugar”, escreve D`Arcy no Tertúlia benfiquista: “Época terminada, silly season iniciada (...). Como de costume, enterramos as frustrações de uma época mal conseguida e, quer queiramos, quer não, deixamos que a esperança se renove a cada nova época”.

Os benfiquistas bem precisam de esperança, mas os do Sporting não lhes ficam atrás. E no blog leão da Estrela, o elogio que lá encontro não é à equipa e ao clube, mas a uma “Antiga glória”: “Manuel Fernandes conseguiu hoje levar a União de Leiria à I Liga Portuguesa. Manuel Fernandes pegou na equipa leiriense quando esta se encontrava junto da chamada "linha de água" (...) mas foi o treinador responsável por uma recuperação notável”.

As despromoções, descidas e subidas, ocupam parte generosa deste balanço de época. Tó, no blog Mesa Redonda, lamenta o caminho do Boavista: “Este exemplo devia-nos fazer pensar muito bem sobre o futebol que temos e se devemos ou não continuar com este modelo de dirigismo (...)! O Boavista era um clube que devia neste momento estar ao nível de um Braga, Guimarães, Nacional e é o que se vê!”. Outra descida que custa, a do Belenenses: Nuno Dias da Silva fala de “um ano de travessia no deserto” mas salvaguarda que pode haver “um malabarismo no defeso, decidido, bem à portuguesa, na secretaria, que recuperaria o clube de Belém para a Liga Sagres. O Estrela da Amadora pode ser um dos candidatos à extinção”. O benfiquista Miguel Teixeira, no Insurgente, é mais romântico: “Hoje, "vesti" a camisola dos azuis do Restelo, na expectativa de ver um clube que sempre apreciei tornear a espectável descida à II.ªLiga. (...) Volvidos onze anos, o Belenenses regressa a uma divisão secundária que não condiz com a (sua) história, pergaminhos e capacidades”. Na Dieta de Rochembach Daniel opta pela ironia: “A febre publicitária que rebaptizou os nossos campeonatos de futebol tem, pelo menos, uma vantagem: quando lemos que Belenenses e Trofense foram despromovidos da Liga Sagres para a Liga Vitalis, percebemos imediatamente que há ali um castigo violento, uma privação de festa, um ano inteiro a água”. E Henrique Raposo tem também muita graça quando escreve: “Para o ano, o campeonato terá dois bravos Leixões: o Leixões e o Olhanense”. Claro que este “para o ano” é rotundo exagero: o futebol volta daqui a uma dúzia de semanas...

publicado por PRD às 01:33
link do post | comentar

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds