Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

Blog da Semana: Duas ou Três Coisas

Começou assim, no dia 2 de Fevereiro deste ano: “Por que diabo se lembrou o embaixador de Portugal de criar um blogue (...)? Imagino que essa deva ser a pergunta, de legítima curiosidade, de quantos chegam a este primeiro texto, publicado no dia da minha chegada a Paris. Pois bem, a resposta é simples: porque entendi que poderia valer a pena testar esta via como forma de dar a conhecer, a quantos considerem minimamente interessante sabê-la, a minha perspectiva sobre factos que, de certo modo, se liguem à actividade que actualmente exerço, bem como sobre diversos aspectos da vida e da actualidade portuguesa ou luso-francesa (...) que entenda valer a pena sublinhar aos potenciais leitores. E algumas notas pessoais, que me pareça curioso deixar expressas. Que fique bem claro que este não é um portal oficial: para isso, a Embaixada tem os seus veículos próprios de informação e de diálogo”.

Assim ficou clara a ideia do embaixador Francisco Seixas da Costa quando abriu o blog “Duas ou Três Coisas”, um espaço que rapidamente se transformou numa plataforma de ideias, informação, noticias mesmo, sob esse titulo: “Notas pouco diárias do embaixador português em França”. É o meu destaque da semana, que podem encontrar em

duas-ou-tres.blogspot.com, e que obviamente reflecte a personalidade viva do seu autor, um diplomata mas também um politico, pertenceu a dois governos de António Guterres, e um homem que está profundamente ligado aos assuntos europeus, nomeadamente a alguns dos seus mais relevantes Tratados. Foi embaixador de Portugal no Brasil e agora representa o nosso país em França.

Para que se perceba que o blog é bem mais rico do que se fosse uma voz oficial da diplomacia, e já que a Janela Indiscreta passa a uma hora de trânsito intenso e filas paradas, deixo este remate final com uma história que leio no blog de Francisco Seixas da Costa:

“Uma longa "seca", ao final da tarde de ontem, numa auto-estrada que conduz a Paris (...) dá-me ensejo para relatar uma historieta que ouvi, há dias, durante um jantar. Era na Polinésia francesa, numa ilha cujo nome me escapou, mas que teria alguns quilómetros de auto-estrada. O meu conviva contou que conduzia a boa velocidade por essa via quando, de repente, começou a observar que os automóveis iam abrandando, até pararem mesmo no meio da própria auto-estrada. Surpreendido, até porque não havia nenhuma razão aparente para esse movimento colectivo, estacou também o seu carro e dirigiu-se ao condutor da viatura que seguia à sua frente, inquirindo sobre a razão de tão estranho procedimento. A resposta sintetiza toda a história: "Sabe, nós cá na ilha paramos sempre para ver o pôr-do-sol"!”.

A ideia seria boa, a esta hora da tarde, se não fosse diária com sol ou com chuva. Mas demonstra bem como é este “Duas ou Três Coisas” do embaixador português em Paris: diplomático mas cheio de interesse. Vale a pena segui-lo de perto.

publicado por PRD às 18:56
link do post | comentar
5 comentários:
De Luis Melo a 21 de Abril de 2009 às 22:39
Ironia: a única forma de comentar a entrevista do PM (http://mudaportugal.blogspot.com/2009/04/ironia-unica-forma-de-comentar.html)

Questionado sobre o que tem dito Cavaco Silva, respondeu: "As palavras do PR não se referem ao governo, porque o governo não está a fazer isso". Pois não, Cavaco referia-se ao governo da Gronelândia.

Sobre as grandes obras e os seus estudos de custo/benefício, Sócrates soube dizer apenas: "Vão ao site do ministério das obras públicas e têm lá todas as informações". Muito obrigado Sr. PM. Excelente esclarecimento aos portugueses.

Relativamente à crise que se abate sobre Portugal, o PM disse: "É preciso que os portugueses saibam que a OCDE prevê uma recessão para a Alemanha 5.6%, Itália 4.3%, Japão 6.6%". Exacto, mas sobre o que se passa neste país, não precisam de saber.

E disse mais: "Eu quero chamar a atenção para o seguinte: A Irlanda...". Exacto, é essencial chamar a atenção dos portugueses para a Irlanda, e desviar as atenções do que se passa em Portugal.

No meio das soluções para a crise: "Demos um apoio pré-natal que atinge 157.000 grávidas". Olha, estás a ver que generoso que é este governo. Existem 500.000 desempregados, mas esses que se amanhem. Agora o complemento para grávidas, isso sim é essencial nesta altura.

Por último, sobre o caso Freeport, José Sócrates disse: "Não tenho intervido sobre o caso Freeport, por respeito pela seriedade da investigação" [...] "Há uma coisa que não quero deixar de dizer. A forma como nasceu o caso Freeport. Foi a PJ em conjunto com dirigentes do PSD e do CDS". Então em que é que ficamos? a investigação é séria ou não?

"Disseram que havia uma queixa em Bruxelas. Não é verdade, essa queixa foi arquivada". Ora bem, se foi arquivada é porque havia realmente uma queixa. E sendo assim era verdade, certo?

"Eu agirei contra todos aqueles que me citem neste processo". Será que também vai agir judicialmente contra a polícia inglesa?

"O silêncio dos outros profissionais, em relação ao Telejornal da TVI vai contra o código deontológico dos jornalistas". Hum... e os comentários e artigos de opinião da sua namorada? Não vão eles contra esse estatuto também?


De Pedro Ribeiro a 27 de Abril de 2009 às 20:24
O ódio ao PM atinge o pico.
Sinceramente não sei como certas pessoas aceitarão uma eventual nova vitória do PS.
Certamente necessitarão de internamento psiquiátrico para ultrapassar o trauma.
Enfim...
São os portugueses que temos.


De Francisco Seixas da Costa a 23 de Abril de 2009 às 01:29
Caro Pedro Rolo Duarte
Fico muito grato pela simpatia do seu comentário sobre o meu blogue.
Um cordial abraço do
Francisco Seixas da Costa


De Mário Negreiros a 27 de Abril de 2009 às 11:42
Caros,

Acabei de criar um blog ( www.cartasabertas-portugal.blogspot.com ), através do qual pretendo dar publicidade às cartas com queixas, denúncias, pedidos ou sugestões de cidadãos aos poderes públicos - e às respostas, quando houver. Peço-lhes para darem uma olhada no blog, onde a proposta está mais explicada, e, se acharem que merece, que a divulguem (é o tipo de coisa que depende de visibilidade para ter eficácia).

Obrigado,

Mário Negreiros


De paulo a 18 de Janeiro de 2010 às 08:37
Caros bloguistas , sou virgem a blogar , sou chef de cozinha e tenho 49 anos, ajudem-me a blogar sff


Comentar post

PRD

Pesquisar blog

 
Estes textos são escritos para serem “falados”, ou “lidos”, pelo que não só têm algumas marca de oralidade (evidentemente, propositadas...) como é meu hábito improvisar um pouco “em cima deles” no momento em que gravo a rubrica. Também é relevante dizer que, dado tratar-se de uma “revista de blog’s” – e uma vez que os blog’s não se preocupam com a oralidade ou com a eventual citação lida dos seus textos -, tomo a liberdade de editar minimamente os textos que selecciono. Faço-o apenas para que, em rádio, não se perca a ideia do blogger pelo facto de escrever frases longas e muito entrecortadas. Da mesma forma, não reproduzo palavrões nem frases pessoalmente ofensivas, assim como evito acusações cuja possibilidade de prova é diminuta ou inexistente. Sendo uma humilde crónica de rádio, tinha ainda assim de ter alguns princípios. São estes. Quem tiver razão de queixa, não hesite!

Textos recentes

...

Blog da Semana: As Penas ...

Outra vez o casamento ent...

Em dia

Lhasa de Sela

O ritual de Cavaco

2010

Blog do Ano 2009: O Alfai...

O ano 2009 - II

O ano 2009 - I

Arquivos

Outubro 2011

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

favorito

Leituras de sábado

Declaração de voto

Seis anos já cá cantam.

Na melhor revolução cai a...

Subscrever feeds